O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Greenpeace volta a usar atuação da Apple no mercado para criticar sustentabilidade em outras empresas de tecnologia

MacBooks Pro "verdes"

Citando o trabalho da Apple (que já foi alvo de sucessivas críticas sobre desenvolvimento sustentável), o Greenpeace voltou a soltar farpas contra empresas de tecnologia nesta semana, cobrando um maior comprometimento na construção de produtos que ofereçam menor agressividade ao meio ambiente. Uma declaração foi emitida contra uma gigante no mercado de PCs — a Dell —, sugerindo que ela ainda não conseguiu cumprir suas metas para remover toxinas dos computadores que produz.

Publicidade

Algumas das cobranças feitas pela entidade são remover materiais como PVC e retardantes de chamas à base de brometos (BFRs), além de adotar outros componentes menos nocivos à natureza do que esses. A Apple está dando um exemplo a outras empresas, por concentrar-se basicamente nesses quesitos debatidos pelo Greenpeace, tendo em vista que todas as exigências são atendidas atualmente por Macs, iPods, iPhones, iPads e quase todos os acessórios da Maçã.

No ano passado, o grupo ativista também fez críticas severas à HP, outra gigante no mercado de computadores, por conta dos mesmos problemas. É estranho notar que ele não tem uma argumentação muito imparcial ao tratar de sustentabilidade com empresas de tecnologia, pois, apesar de a Apple ser bem vista na crítica contra suas concorrentes sobre o uso de materiais tóxicos, ela é uma das piores empresas no ranking da mesma entidade.

[via Electronista]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Case Exolife, da EXOGEAR

Case Exolife protege o seu iPhone 4, resolve o problema da antena e ainda traz carga extra pra bateria

Próximo Artigo
Ícone do FatBooth

FatBooth: veja em poucos segundos como você ficaria obeso, na tela do iPhone/iPod touch

Posts Relacionados