O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Steve Ballmer discursa para analistas de mercado e reconhece sucesso do iPad

Ballmer não incluído

Hoje, num discurso direcionado a analistas de mercado, Steve Ballmer aproveitou a oportunidade para falar do iPad, reconhecendo seu sucesso, mas não deixou de lançar críticas à tablet da Apple.

Publicidade

No mercado de tablets, “Windows is late”. 😉

“A Apple fez um trabalho interessante”, disse Ballmer. “Ela vendeu mais iPads do que eu gostaria, e pensamos sobre isso. Então é nosso trabalho dizer que temos que fazer as coisas acontecerem. Fazer as coisas acontecerem, justamente como fizemos com netbooks, temos que fazer com tablets.” Para o CEO, “não existe um produto que sirva para todo mundo. Já estive em várias reuniões nas quais jornalistas gastaram os primeiros minutos montando seus iPads para ele se parecer com um laptop”.

Ballmer garantiu que sua empresa está trabalhando com parceiros que vão anunciar produtos nesta categoria tão logo estejam prontos. Ele garantiu que “é um trabalho de mais alta prioridade, ninguém está dormindo no ponto” e que não apenas serão lançados produtos, como eles serão algo que as pessoas realmente vão querer comprar. “Investimos em toque, tinta, anotações… Vocês nos verão tentar trazer tudo isso convergir ao longo dos próximos meses e além para realmente apresentarmos tablets e PC conversíveis que vão deixar as pessoas animadas.”

Publicidade

Posteriormente, na seção de perguntas e respostas, Ballmer assegurou que a estratégia da Microsoft para tablets terá foco em Windows 7 e na plataforma Oak Trail da Intel (em oposição ao uso de Windows Phone 7 e ARM para smartphones). “Estamos vindo aí”, disse, “viremos com armamento pesado. O sistema operacional se chama Windows”. (E meu nome é Enéas!)

Por fim, ele ainda disse que não pretende minimizar o trabalho da Apple e que é complicado competir com ela. Quanto a tablets com Android, Ballmer afirmou que vai ser vergonhoso se seus produtos não puderem competir com elas.

Tão vergonhoso quanto ver o que aconteceu depois que ele detonou o primeiro iPhone e, um ano depois, dizendo que ele sumiria em cinco anos? Duvido.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo da Boxware

Entrevista: João Domingues, CEO da Boxware, nova distribuidora nacional de softwares para Mac

Próximo Artigo
Google Maps no iPhone 4

Desde abril a Apple vem usando serviços de localização próprios em seus últimos gadgets

Posts Relacionados