Larry Ellison compara decisão da diretoria da HP à demissão de Steve Jobs na Apple

Oracle CEO Larry Ellison speaks with Hewlett-Packard CEO Mark Hurd via video in San Francisco

A HP tem passado por maus bocados, nos últimos dias. No final da semana passada, seu CEO, Mark Hurd, pediu demissão e não foi nem um pouco impedido pela diretoria da empresa — tudo por causa de algumas discrepâncias financeiras, mas principalmente devido a uma acusação (já comprovadamente falsa) de ele ter tido envolvimento sexual com a atriz Jodie Fisher.

Publicidade

Oracle CEO Larry Ellison speaks with Hewlett-Packard CEO Mark Hurd via video in San Francisco

A coisa esquentou bastante hoje, quando Larry Ellison — CEO da Oracle, amigo de Steve Jobs e companheiro mais próximo ainda de Hurd — teceu comentários sobre a atitude da diretoria da HP.

A diretoria da HP acaba de fazer a pior decisão pessoal desde que os idiotas na diretoria da Apple demitiram Steve Jobs, há alguns anos. […] Tal decisão quase destruiu a Apple e teria destruído, caso Steve não voltasse e a salvasse.

Ao perder Mark Hurd, a diretoria da HP falhou ao não agir em prol dos seus empregados, acionistas, consumidores e parceiros.

Ironicamente, Hurd até então tinha uma história de muito sucesso como CEO da HP, sem basicamente nenhuma pisada de bola.

[via The New York Times]

Posts relacionados

Comentários