O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Finger Tools: um conceito de paleta de ferramentas nas pontas de seus dedos

Finger Tools

Telas sensíveis ao toque trazem uma vantagem: toda a interface pode ser usada para controlar o software. Por outro lado, elas trazem uma desvantagem: as ferramentas costumam ocupar espaço útil. Num iMac de 27 polegadas isso não chega a ser um trauma, pois sobra espaço para o conteúdo no qual você estiver trabalhando e para todas as paletas de ferramentas das quais você pode vir a precisar. Mas e num iPad?

Publicidade

Matt Gemmel criou o Finger Tools para agilizar o processo “verbo e depois objeto” (você seleciona uma ferramenta num canto da interface e a usa em outro), mas acho que ele acabou inadvertidamente resolvendo também a questão do espaço em touchscreens não tão pequenas quanto a de um telefone, nem tão grandes quanto a de um laptop/desktop.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=p_9oW81qna8[/youtube]

O começo é só introdução chaaaaaata; a demonstração começa aos 3′.

O conceito é bem simples, mas precisa de um pouco de coordenação motora: você toca a tela com vários dedos para ver as ferramentas associadas a cada um deles e, levantando todos os dedos — menos o da opção desejada —, você faz a seleção. É possível também trocar ferramentas de dedo apenas erguendo os que deseja mudar e baixando-os em ordem inversa.

Publicidade

Eu acho que este sistema tem alguns defeitos: o atrofiamento evolutivo do dedo mínimo, por exemplo, torna algumas ações mais difíceis, sem mencionar o fato de você precisar de uma mesa pra poder usar mais de cinco ferramentas. Contudo, eu acredito que Gemmel conseguiu achar uma forma interessante de usar toda a sensibilidade das telas da Apple.

[via ignore the code]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Acessório da USBfever

USBfever lança mais uma leva de acessórios para iPads, iPhones e iPods

Próximo Artigo
Penetração de notebooks com gráficos integrados

iSuppli constata que gráficos integrados estão se disseminando no mercado de notebooks

Posts Relacionados