Antigo e moderno misturados: Apple destaca uso do iPad em escavações nas ruínas de Pompeia

iPad nas ruínas de Pompeia

falamos de uma página em que a Apple perfila quatro empresas que usam o iPad em suas atividades. Hoje o destaque foi dado à equipe de arqueólogos da Universidade de Cincinnati que trabalha nas ruínas de Pompeia.

Publicidade

iPad nas ruínas de Pompeia

A maioria dos arqueólogos hoje coleta dados em escavações da mesma forma que outros fizeram nos últimos 300 anos. “É tudo papel e lápis”, diz [o Dr. Steven] Ellis. “Você tem que desenhar as coisas no papel ou em formulários com caixas pré-impressos. Isso é um problema, pois todas essas páginas podem ser perdidas num avião, podem queimar, se molhar e ficar danificadas, ou elas podem ser escritas com uma caligrafia ilegível. E eventualmente elas têm que ser digitalizadas ou cadastradas num computador, de qualquer forma.

Apesar de computadores portáteis oferecerem uma solução livre de papel, arqueólogos de campo raramente os usam nas trincheiras porque tamanho, limitações de entrada de dados, autonomia de bateria e sensibilidade a sujeira e calor os tornam pouco práticos para as condições de uma escavação.

iPad nas ruínas de Pompeia iPad nas ruínas de Pompeia

Com essa introdução, a Apple apresenta o problema de forma que a solução fica praticamente evidente. “Perfeitamente portátil, sem partes móveis, com uma tela multi-touch e uma bateria que dura um dia inteiro de trabalho, o iPad foi praticamente feito para atender às nossas necessidades”, disse John Wallrodt, especialista em bases de dados para projetos arqueológicos.

Vale a pena visitar a página sobre as escavações em Pompeia para conferir a galeria completa de imagens do sítio arqueológico cheio de iPads e conferir os apps mais usados pela equipe, dentre os quais estão Pages, OmniGraffle e o Photos — sim, aquele que faz parte do iOS. Imagino só o orgulho do pessoal na Apple ao colocar uma página dessas no ar.

“Consumo de conteúdo”, heh.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…