O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple realmente relaxa na aprovação de apps e põe IS Drive, app de torrents, à venda em sua loja

Ícone do IS Drive

Ícone do IS DriveEu tinha certeza de que o time de aprovação da App Store agora só se liga em cantar “Kumbaya” ao redor de fogueiras e deixar todo tipo de app passar, não importa se ele pode “confundir os usuários” oferecendo VoIP ou se concorre diretamente com um recurso do iOS. Um app para gerenciar torrents, porém, já é um pouco demais em termos de relaxamento, não?

Publicidade

Bem, conheça o IS Drive (o vídeo abaixo descreve a versão Jack Torrents, disponível no Cydia):

[youtube width=”360″ height=”500″]http://www.youtube.com/watch?v=v0U8EIieY5M[/youtube]

Com ele, é possível checar e gerenciar downloads da sua conta premium no ImageShack Drive. Além disso, o IS Drive custa US$5 na App Store [1,3MB; requer o iOS 4.0 ou superior em iPhones/iPods touch], o que pode limitar muito sua adoção, talvez a ponto de fazê-lo passar por baixo do radar. Curiosidade: para ser aprovado, o app não usa a palavra “torrent” nenhuma vez em sua descrição.

O desenvolvedor, Derek Kepner, sabe que está pisando em ovos com esta aprovação, mas ainda assim ele pretende adicionar uma função com a qual os usuários de seu app vão poder alterar manualmente o site de torrent que desejam usar. “O app não foi feito para quebrar leis facilmente, e eu espero que ninguém pretenda fazer isso. Mas se um usuário estiver determinado a quebrar a lei, o que isso tem a ver comigo ou com a Apple? Eles podem fazer a mesma coisa com o Safari, certo?”, disse Kepner.

Publicidade

Se essa lógica fosse realmente aplicável, haveria apps pornográficos na loja da Apple. Portanto, não demora e a Apple volta atrás.

[via TorrentFreak]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Receita Federal

Novas regras para importação de bens de uso pessoal entram em vigor; boa sorte para entendê-las

Próximo Artigo
Distimo Report

Distimo analisa prevalência de jogos em lojas de apps e destaca os aplicativos mais populares no trimestre

Posts Relacionados