O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

asymco mostra “antes e depois” do mercado de celulares usando Matemática; Nokia senta e chora

Mercado de celulares em 2007 - asymco

Números são criaturas elegantes que dançam verdadeiros balés quando libertados em seu hábitat natural, o plano cartesiano. O baile que Horace Dediu, o asymco, registrou hoje pode ser um dos mais reveladores do mercado de celulares.

Publicidade

Os gráficos abaixo mostram um “antes e depois” da distribuição de lucros e mercado entre grandes fabricantes de celulares. Eles estão divididos em quatro quadrantes, mostrando quem tem lucros e market share altos (dominantes), quem tem ambos baixos (marginais) e quem tem um alto e outro baixo (estrelas e moribundos).

Mercado de celulares em 2007 - asymco

Mercado de celulares em 2010 - asymco

Mudanças no mercado de celulares - asymcoSó com esse comparativo entre o mercado em 2007 e 2010 já dá pra perceber que o advento dos (verdadeiros) smartphones deixou a Nokia muito mal das pernas e ajudou a Research In Motion a lucrar um pouco mais. Enquanto isso, a Samsung trocou lucros por market share, a Motorola fez o inverso e a Sony Ericsson… bem, eu nem sei se ela ainda existe direito.

Mas isso fica muito fácil de visualizar com o gráfico ao lado, que mostra as alterações destes três anos na forma de vetores partindo de uma mesma origem. Ou seja, se você imaginar o mercado como uma corrida, fica bem simples de entender que algumas empresas (Apple e RIM) estão caminhando em direção a potes de ouro, enquanto outras estão no rumo do brejo mais próximo (Nokia, SE e Motorola).

Publicidade

É incrível o que uma pessoa com uma ideia na cabeça, o Numbers num Mac e dados, dados, dados e mais dados não consegue fazer!

Matemática é uma coisa linda. 🙂

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Street Fighter IV para iPhone

Capcom prepara grandes lançamentos para iOS, mas não aprende com seus erros

Próximo Artigo

Vídeo: conheça um Hackintosh® com poder de Mac Pro montado dentro de uma caixa de papelão

Posts Relacionados