O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Nielsen: Android continua em crescimento acelerado; base instalada da Apple encosta na da RIM

Bases instaladas de smartphones no Q3 2010 - Nielsen

Num relatório liberado ontem, a firma de análises Nielsen traçou um panorama geral do mercado de smartphones nos Estados Unidos, analisando não apenas as participação de cada sistema operacional móvel em termos de vendas, mas também quanto à base instalada (o número de aparelhos em uso) de cada um.

Publicidade

Bases instaladas de smartphones no Q3 2010 - Nielsen

Como é possível notar pelo gráfico acima, a participação de aparelhos Android na base instalada de smartphones nos EUA cresce aceleradamente, chegando a 19%, enquanto o iOS permanece praticamente estável em 28%. O sistema operacional móvel do Google provavelmente está roubando espaço do BlackBerry (Research In Motion), Windows Mobile e Palm OS (o antigo, não o webOS). Vale notar que a queda da RIM foi tão acentuada que ela está apenas dois pontos percentuais acima da Apple.

Note que, por esta ser uma análise de participação, uma queda pode representar apenas um crescimento mais lento que o do mercado como um todo. Em termos gerais, os celulares comum estão rapidamente dando lugar aos smartphones: no terceiro trimestre de 2010 a base instalada de aparelhos com sistemas operacionais complexos chegou a 28%, e mais de dois quintos (41%) das aquisições recentes foram de smartphones.

Publicidade

Outras informações levantadas por este relatório da Nielsen incluem a distribuição dos usuários de sistemas móveis por faixas etárias (os usuários do Android são os mais jovens, em média) e etnias (proprietários de smartphones se distribuem em um espectro maior de grupos étnicos).

[via Electronista]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Mac mini de frente

Apple reduz preços do Mac mini no exterior; no Brasil, nada muda

Próximo Artigo
Planos de comprar um netbook - ChangeWave

Pesquisa aponta que tablets (leia-se: “iPads”) estão trocando de lugar com netbooks no desejo dos consumidores

Posts Relacionados