Rapidinhas do MM: SDK do PlayBook, destino do data center da Apple, vida na Foxconn e muito mais

PlayBook - Research In Motion

Periodicamente, reunimos nas Rapidinhas do MM tópicos sucintos com assuntos menos relevantes, que não achamos significantes o suficiente para virarem artigos completos por aqui, mas que podem interessar a muitos de vocês.

Publicidade

Eis a nossa seleção de hoje. 😉

PlayBook - Research In Motion

  • RIM lança BlackBerry Tablet OS SDK compatível com Mac (Daring Fireball): os desenvolvedores de apps que estiverem interessados no PlayBook, a tablet da Research In Motion, já podem ir esquentando seus teclados. A primeira versão beta plataforma de desenvolvimento, baseada em Adobe AIR, e o simulador da tablet podem ser baixados aqui — no futuro conteúdos em Adobe Flash e HTML5 também serão suportados.

MacBook Air e Mac Portable

  • MacBook Air se encontra com um Mac Portable (TUAW): acho que a imagem acima já fala o bastante. Quase 22 anos separam estas duas máquinas — e eu realmente tenho medo de pensar nos gadgets de 2032!
  • Especialista em cloud computing imagina o destino do data center da Apple (Cult of Mac): o palpite de Nick Carr é de que a Maçã vai revolucionar o sistema de transmissão de conteúdo, tornando apps parte do bolo que costumamos chamar de “mídia” (áudio e vídeo). Ao contrário do Google, porém, a Apple ainda não teria planos/interesse em criar um sistema operacional totalmente dependente da nuvem, preferindo optar por um sistema híbrido. No fim das contas, o data center pode acabar virando uma “emissora” focada em streaming de áudio, vídeo e apps.

Vida na Foxconn - Gizmodo e Wired

  • Galeria de imagens mostra como vivem os trabalhadores da Foxconn (Wired): em uma pequena prévia de um relatório especial sendo preparado pelo Gizmodo em parceria com a revista Wired, Joel Johnson mostrou como são as instalações dos trabalhadores de uma das maiores fabricantes de produtos eletrônicos do mundo. Apesar de chocantes para os habitantes dos Estados Unidos e da Europa, essas imagens certamente não impressionam quem já viveu (ou vive) numa periferia brasileira. Uma jornada de trabalho pesada, constituída por repetição sem fim de etapas de montagem, parece-me bem mais preocupante — mas é mais difícil de capturar em imagens.
Vida na Foxconn - Gizmodo e Wired Vida na Foxconn - Gizmodo e Wired
  • Brightcove aumenta sua compatibilidade com iGadgets (TechCrunch): a atualização da plataforma de distribuição de vídeos, batizada de Brigthcove 5, traz mais recursos baseados em HTML5, inclusive streaming em HTTP baseado no padrão desenvolvido pela Apple e um modelo para criar apps focados em vídeo no iPad. O problema com relação a análise de visualizações, que era um impedimento no começo do ano, parece ter sido sanado, agora que dados serão coletados tantos dos vídeos vistos em Flash quanto dos vistos em HTML5, sem falar que video players personalizados por clientes serão idênticos usando ambas as tecnologias. Pelo visto, a tendência de queda de plugins para vídeos não vai parar.

Imitação de Dock feita em CSS

  • Dock do Mac OS X e moléculas tridimensionais criados com CSS (MacStories): e por falar em coisas que matam plugins… Michael Hüneburg fez um pequeno experimento que resultou num Dock perfeito (ou melhor, quase — os ícones são bem feinhos), com direito a títulos, animações, ampliação, tudo usando padrões da web. Confira aqui — tenha em mente que, por não ter um cursor de mouse, o Mobile Safari não vai reproduzir a ampliação dos ícones. As moléculas, por sua vez, são uma criação de Jack Adam que podem render um belo web app de visualização de compostos orgânicos. A simulação é divertida no desktop, mas fica realmente insana quando vista num iPad, como você pode conferir abaixo. [Para acessar estes exemplos é recomendável usar um navegador WebKit, como o Safari e o Chrome.]

[vimeo]http://vimeo.com/16280629[/vimeo]

Publicidade

[Veja em HTML5]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UxAN9UZMk0o[/youtube]

  • Apple pode triplicar seu faturamento na China, segundo Kathy Hubert (Fortune Tech): os motivos para a analista da Morgan Stanley fazer essa previsão são muitos. Eles vão desde de a performance da BMW na China (servindo de exemplo) e o desejo de 50 milhões de chineses mais abastados pela marca da maçã, passando pela abertura de inúmeros pontos de venda adicionais (entre Apple Retail Stores e revendas premium) e culminando na possível chegada de um iPhone CDMA à China Telecom. Tanto otimismo fez as estimativas da firma de análise elevarem a AAPL a US$500, prevendo vendas de 80 milhões de iPhones e 40 milhões de iPads ao longo do ano fiscal de 2011. É muito, mais ainda menos do que outros analistas estimam.
  • Brecha de segurança é fechada rapidamente pela PayPal em seu app para iOS (WSJ.com): para um app totalmente focado em dinheiro, um vacilo desses é questão de vida ou morte. A falha estaria na incapacidade de o app verificar a autenticidade do site oficial da PayPal quando se comunica pela internet e, para fazer uso dela, um criminoso teria que estar pelo menos na mesma rede Wi-Fi de um gadget efetuando transações através do app. “Até onde sabemos, [esta falha] não afetou ninguém”, disse uma porta-voz da empresa. “Nunca tivemos problemas com nosso app até agora.” Como é melhor não arriscar, corra já para atualizar seu app!

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…