O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Dica de leitura: toda a intimidade do iMac G3 Bondi Blue, devassada

iMac G3 Bondi Blue - The Register

Hoje temos a Apple Inc., mas há alguns anos ela ainda se chamava Apple Computer e seu foco eram produtos que não cabiam em bolsos. Várias coisas mudaram muito, mas devemos lembrar que tudo (re)começou com um computador translúcido azul, o iMac Bondi Blue.

Publicidade

iMac G3 Bondi Blue - The Register

Para ter um pouco desse ponto da história da Apple sempre consigo, Rik Myslewski, do Register, adquiriu um dos primeiros iMacs vendidos pela Maçã — ou pelo menos era o que ele achava. O Bondi Blue, para quem não sabe, teve duas versões, sendo a primeira um pouquinho mais modesta em especificações técnicas. Para comprovar que seu iMac era um rev. A, Myslewski resolveu encarnar o técnico da iFixit e desmontar seu tesouro.

O que ele descobriu foi estarrecedor, e a imagem abaixo pode deixar você igualmente chocado.

Cabos internos do iMac G3 Bondi Blue - The Register

Descobrir que, por dentro, o iMac tinha cabos exatamente iguais aos de qualquer caixa bege não foi chocante para Myslewski, ele já sabia disso. Só que nem eu, nem o Rafael esperávamos isso da Apple: êta, solução tosca, essa! Claro, em 1998 a Maçã estava à beira da falência e era preciso um milagre para salvá-la, então uma gambiarra como essa (especialmente porque ficaria eternamente longe dos olhos dos usuários) é até fácil de entender, ainda que continue difícil de engolir. Senti uma vibe toda “gabinete bege”, aí. 😛

Publicidade

Enfim, a revelação de verdade foi que o iMac que Myslewski tinha era um rev. B — e isso não é exatamente um spoiler, já que ele revela isso nos primeiros parágrafos das oito páginas ao longo das quais esmiuça detalhes da intimidade do primeiro (ou “primeiro-vírgula-cinco”) iMac, o que salvou a Apple da bancarrota. Como dizem, “O que importa não é a chegada, mas a viagem.”

Ah, mas os parágrafos finais eu tenho que compartilhar com vocês:

E agora o chão do meu escritório está coberto de peças do iMac G3 Bondi Blue, e minha mesa está cheia de placas de PC, bolos de fios, SO-DIMMs e parafusos. Muitos parafusos.

Estou cercado pelas entranhas do computador pessoal que salvou a Apple, indiscutivelmente iniciou a era da internet, ajudou a matar o floppy e trouxe a translucência a tudo, de grelhas George Foreman a ferros de passar a vapor Rowenta Surfline.

Se ele fosse um rev. A, eu provavelmente o remontaria. Mas um rev. B? Meh…

Isso sem falar que o artigo está cheio de imagens fantásticas, como as duas acima! O que você está esperando? Comece sua semana voltando no tempo e aprendendo mais sobre a história da Maçã. 😉

[via MacStories]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Pinball Magic com um iPad

Transforme seu iPad numa máquina clássica usando o Pinball Magic

Próximo Artigo
iPad com a bandeira do Brasil

Diversas lojas abrirão à meia-noite de sexta-feira, para a chegada do iPad ao Brasil; confira a lista [atualizado]

Posts Relacionados