O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Analistas dão uma polida em suas bolas de cristal, apostam em vendas do iPhone na Verizon

Logo da Verizon Wireless num iPhone 4

Com a proximidade de 2011, também estamos chegando bem perto da hora prometida, o momento que os Estados Unidos aguardam há anos, um evento de proporções épicas: o fim do monopólio da AT&T sobre o iPhone e a chegada de um modelo compatível com a rede da Verizon Wireless.

Publicidade

Claro, como todo grande momento na história da humanidade, profetas e oráculos estão fervendo de atividade para tentar saber quais serão as consequências disto para o futuro da nossa espécie.

Logo da Verizon Wireless num iPhone 4

Gene Munster, da Piper Jaffray, prevê um impacto morno: para ele, a maior parte das vendas na Verizon vai ser para clientes da AT&T — ou seja, o acréscimo de novos compradores deverá ser mínimo, por volta de 14%, ou apenas 2,5 milhões de iPhones a mais. Ao longo de 2011, cerca de 9 milhões de iPhones serão vendidos na Verizon. Meh.

Scott Craig, da Merrill Lynch, aposta em menos ainda: apenas 6 milhões ao longo de 2011 e 8 milhões em 2012. Doug Reid, da Stifel Nicolaus, mostra o que é ser pessimista de verdade: ele prevê 800 mil iPhones vendidos na Verizon, durante o ano que vem. Mega meh.

Publicidade

Então é isso? Anos e anos de rumores e #mimimi, só para analistas jogarem água gelada em cima das previsões de vendas de iPhones? Recorramos aos analistas sem filiação com companhias especializadas! (Afinal de contas, eles costumam acertar bem mais.)

Publicidade

Dan Frommer, do SAI, crê em pelo menos 10 milhões de iPhones vendidos na Verizon, com a geração de US$6 bilhões adicionais em receitas. Seu raciocínio se baseia no fato de que tanto AT&T quanto Verizon têm cerca de 90 milhões de assinantes, então provavelmente deverão vender quantidades semelhantes de iPhones; como a azulzinha teve um desempenho de 14 milhões de unidades despachadas nos quatro trimestres passados, descontando-se o efeito de smartphones Android poderosos e a migração de assinantes da AT&T para a vermelhinha, chegamos a esse resultado.

Verizon Wireless num iPhone 4 branco

John Gruber, por sua vez, é o mais otimista de todos: se uma operadora que teve o iPhone desde sempre conseguiu colocar mais 14 milhões de aparelhos nas ruas, o que dizer de uma que espera por ele desde a aurora dos tempos? Ergo, a Verizon vai pelo menos dobrar o número de iPhones vendidos nos EUA.

Publicidade

Tudo muito lindo, tudo muito bom, mas no fim das contas fica a pergunta: e se a exclusividade da AT&T não acabar no ano que vem, o que a gente faz com essas previsões todas?

[via AppleInsider, Fortune Tech]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Clone quase perfeito de iPad

Jogo dos sete erros: imitação quase perfeita de iPad roda Android, custa menos de US$300

Próximo Artigo
SynchStep para iPhone

SynchStep, app que sincroniza músicas com seus passos, agora está oficialmente na App Store

Posts Relacionados