O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Google decide abandonar H.264 no Chrome, em prol da “abertura”; Flash continua onde está

Abaixo o H.264

Abaixo o H.264O Google anunciou no Chromium Blog a intenção de abandonar o suporte a H.264 como codec de vídeos HTML5 em seu navegador, o Chrome. A ideia é promover o uso do WebM e do Theora como padrões abertos para vídeos na internet, e o anúncio prévio daria tempo para sites se adaptarem ao formato. “Apesar de o H.264 desempenhar um papel importante em vídeo, como nosso objetivo é viabilizar a inovação aberta, o suporte ao codec será removido e nossos recursos serão direcionados completamente para tecnologias abertas de codecs“, disse Mike Jazayeri.

Publicidade

John Gruber nota, pertinentemente, que o WebM ainda não conta com decodificação via hardware, o que pode ser prejudicial para gadgets móveis. Outro ponto a observar é que essa medida poderá não ter efeitos positivos sobre a adoção de um formato de vídeo aberto, mas sim promover o uso de Flash Player para reproduzir H.264 no Chrome.

Não deixa de ser irônico, porém, que essa defesa das tecnologias abertas seja aplicada em um navegador que execra o H.264, mas usa o Flash Player como parte indissociável de sua estrutura — quem tem Chrome, tem Flash, necessariamente. Também vale a pena perguntar quando o Chrome vai virar um navegador exclusivo para Linux, já que Mac OS X e Windows são sistemas operacionais fechados. :-/

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone - Seas0nPass

FireCore lança Seas0nPass, nova ferramenta de jailbreak específica para Apple TVs 2G

Próximo Artigo
Logo da App Store

Microsoft se opõe ao registro de "App Store" como marca da Apple

Posts Relacionados