Apple, Autodesk e Adobe abrem processo contra empresa que vende softwares piratas

Martelo de juiz

Nesta semana, três das maiores desenvolvedoras norte-americanas de softwares decidiram abrir um processo contra uma pequena empresa online, acusada de piratear seus produtos. Apesar de o caso parecer simples, a ré é acusada de ter causado grandes prejuízos a Apple, Autodesk e Adobe nos últimos seis anos, bem como para outros grandes desenvolvedores no setor.

Publicidade

Martelo de juiz

A Ultimate PC Repairs aparenta ter vendido mais de 80 programas de computador diferentes por meio da internet ao longo dos últimos anos, focando-se em produtos como o AutoCAD, a Adobe Creative Suite e vários softwares para o Mac OS X. O caso da Apple talvez tenha sido o mais bem-sucedido, já que seus produtos de software são vendidos sem nenhuma tecnologia de proteção contra pirataria.

Estima-se que as iniciativas ilegais da empresa acusada no caso tenham envolvido milhões de pessoas por meio de anúncios em domínios como o Craigslist, além de vários sites focados em distribuição ilegal de software. Caso condenada, ela será obrigada a pagar milhões de dólares em indenizações.

[via Patently Apple]

Posts relacionados

Comentários