O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Analista cogita que 12 petabytes comprados pela Apple alimentarão iTunes na nuvem

iTunes na nuvem

Diante do rumor de que a Apple teria encomendado 12 petabytes à Isilon Systems, Ben Reitzes, da Barclays Capital, fez o que analistas fazem de melhor: tricotar especular. Segundo a Barron’s, Reitzes estima que este negócio renda cerca de US$70 milhões à EMC, empresa da qual a Isilon é uma divisão. Mas… e para a Apple?

Publicidade

iTunes na nuvem

“Acreditamos que a Apple vai lançar uma nova estratégia baseada na nuvem, no outono [do Hemisfério Norte], provavelmente integrando seus serviços MobileMe e tirando vantagem de investimentos significativos no data center da Carolina do Norte”, escreveu o analista. “Teoricamente, um serviço de conteúdo baseado na nuvem permitiria à Apple oferecer versões mais baratas de seus aparelhos com menos memória — o que ajudaria a companhia a pôr mais gadgets nas mãos dos consumidores.”

Relacionar a aquisição de 12PB a uma aplicação como o mítico iTunes na nuvem é fácil, mas será que a Apple vai deixar seus próprios clientes nas mãos de operadoras de telefonia celular e internet de banda larga? Sim, pois para chegar à nuvem é preciso usar uma conexão de dados e, se depender de telecoms e afins, vamos pagar muito caro (muito mais que pelos gigabytes de um iPhone/iPod) para acessar nossas músicas on-the-go.

[via Cult of Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Como todo bom produto da Apple, Smart Covers são clonadas na China (fique esperto!)

Próximo Artigo

Apple pressiona desenvolvedores do navegador iCab para iOS a remover funcionalidades

Posts Relacionados