O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Após desastre no Japão, Apple continua buscando fornecedoras alternativas para certos componentes

Trabalhadores em fábricas parceiras da Apple

Quase dois meses após o desastre ocorrido no Japão, a Apple continua tendo que rebolar para não ter as suas linhas de produção prejudicadas por escassez de componentes. Algumas fornecedoras asiáticas que antes nem tinham contratos com a Maçã agora estão tendo grandes reviravoltas.

Publicidade

Trabalhadores em fábricas parceiras da Apple

É o caso da Thinking Electronic, que, segundo o DigiTimes, passou a fornecer lotes enormes de componentes de proteção destinados a fontes de força, para a Apple. A empresa já prevê um grande aumento em suas receitas, no segundo trimestre.

A Thinking — que tem sede em Taiwan — já é aparentemente a segunda maior fornecedora dessas peças para a Apple, com uma fatia de 35%. Em alguns outros itens específicos, ela chega a ficar responsável por 60% do total.

Antes do terremoto/tsunami, a Apple basicamente só comprava tais componentes da japonesa Murata.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Ooh-la-la! iPlayboy vai ao ar, com todas as edições da revista do coelhinho engravatado

Próximo Artigo
iPhone 4 CDMA

Operadora chinesa chega a "consenso" com a Apple sobre tecnologia 4G para iPhones

Posts Relacionados