O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple teria assegurado US$150 milhões em adiantamentos para as gravadoras parceiras do iCloud

Logo da Apple na nuvem

Segundo o New York Post, a Apple poderá pagar cerca de US$150 milhões em adiantamentos para as quatro primeiras gravadoras parceiras do iCloud, serviço online cuja principal premissa deverá ser oferecer streaming de músicas para os usuários a partir de qualquer aparelho conectado à web. O jornal descreveu os pagamentos como uma forma de incentivar a entrada no negócio, dependendo de quantas músicas forem armazenadas no serviço.

Publicidade

Logo da Apple na nuvem

Inicialmente, de acordo com o NYP, o serviço será gratuito para todos que adquiriram músicas através da iTunes Store, mas a Apple estaria considerando uma taxa anual de US$25. A assinatura não deverá ser cobrada para todos os recursos do iCloud; alguns deles, segundo rumores, deverão ser gratuitos.

A Universal Music foi a última a se aliar ao lado da Apple para viabilizar o lançamento do iCloud. No entanto, opiniões de outros especialistas sugerem que o dinheiro cedido pela Maçã às gigantes da indústria da música também sinalizaria uma medida para compensar perdas com pirataria de conteúdos: como o novo serviço da Maçã será baseado em uploads de arquivos para um drive virtual na nuvem, espera-se que pelo menos uma parte das bibliotecas dos usuários tenha sido adquirida por outros meios — ou obtida de graça.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
OWC, da Onlive

OnLive lança controle universal para sua plataforma de jogos

Próximo Artigo
Pôster de 10 anos das Apple Retail Stores

Apple cria pôster comemorativo dos dez anos de suas Retail Stores

Posts Relacionados