Smartphones se saem muito bem em testes feitos pelo Exército norte-americano e deverão ir pra guerra em breve

iPhone 4 no Exército

iPhone 4 no ExércitoMundo doido, agora as coisas estão funcionando ao contrário: quando eu era criança, o Exército desenvolvia tecnologias maravilhosas e só muito tempo depois elas chegavam ao mercado. Hoje em dia, são as empresas civis que criam os aparelhos que o Exército vai usar no futuro, vide esta reportagem da CNN.com. Insanidade!

Publicidade

Testes feitos pelos militares com inúmeras unidades de gadgets rodando iOS, Android (em versões comercial e customizada) e Windows Phone 7 estão sendo finalizados e antes do final do ano os primeiros smartphones deverão ser enviados para zonas de conflito. Com esses aparelhos, os soldados vão poder se comunicar melhor em campo, obter e transmitir coordenadas, acessar mapas e enviar relatórios com muito mais agilidade.

As vantagens do uso desse tipo de tecnologia direcionada a civis são inúmeras. Para começar, smartphones são muito baratos, se comparados com equipamentos militares, sem falar que os custos de pesquisa e desenvolvimento ficam a cargo das empresas que os desenvolvem. Por fim, a durabilidade do hardware chegou a um ponto em que muitos aparelhos conseguem acompanhar soldados em ambientes inóspitos sem precisar de nada; quando muito, usam uma capinha emborrachada de US$10. Por ora, apenas a segurança de telecomunicações ainda é um empecilho para a adoção plena.

As tablets deverão ser as próximas convocadas para esse fronte, e é bom mesmo os militares do lado de cá do Atlântico correrem, pois a disseminação de smartphones como equipamento básico de combatentes está sendo muito, muito rápida. Ah, e mais uma coisa: o sistema operacional móvel da Microsoft não fez muito sucesso entre as tropas. #Schadenfreude 😛

[via Engadget]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…