O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Em seu mais novo relatório “State of the Internet”, Akamai compara uso da rede por laptops, tablets e smartphones

Akamai - State of the Internet Q1 2011

A Akamai é uma gigante da internet, responsável por hospedar muitos portais/sites e serviços; sua infraestrutura é e já foi muito utilizada pela Apple, inclusive. A empresa está bombando ainda mais nos dias atuais, com a disseminação de computação na nuvem (cloud computing).

Publicidade

Com tamanha participação na rede, é interessante observar os relatórios periódicos “State of the Internet” publicados por ela. Hoje saiu o mais novo, referente ao primeiro trimestre de 2011, e nele a Akamai faz uma comparação entre o uso da WWW por laptops, tablets e smartphones.

Neste primeiro gráfico, temos a quantidade de gigabytes mensais médios consumidos por assinante 3G, por dispositivo:

Akamai - State of the Internet Q1 2011

Neste segundo, a Akamai avalia os tipos de conteúdos consumidos por usuários, por dispositivo:

Akamai - State of the Internet Q1 2011

Aqui, um padrão de uso da internet de acordo com a hora do dia, por dispositivo:

Akamai - State of the Internet Q1 2011

Por fim um gráfico bem diferente, cruzando o consumo de dados por peso, num período de cinco minutos, por dispositivo:

Akamai - State of the Internet Q1 2011

No apêndice dessa última pesquisa, a Akamai também trouxe dados atualizados sobre o Brasil:

Publicidade
  • 5,5% do nosso tráfego são ataques;
  • Temos 14.153.991 de endereços únicos de IPs;
  • A média da nossa conexão é de 1,7Mbps;
  • Nosso pico médio de conexões é de 8,9Mbps;
  • 3,5% dos usuários estão acima de 5Mbps;
  • 27% estão acima de 2Mbps;
  • 9,1% estão abaixo de 256Kbps.

E você, se identifica com os dados da pesquisa? 😉

[via GigaOM]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Unidades de produtos da Apple - asymco

O computador pessoal morreu, mas a Apple foi a única empresa a seguir a luz

Próximo Artigo

Momento Humor: comediante Mark Malkoff comprova quão flexível a Apple é em suas Retail Stores

Posts Relacionados