O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

LinkedIn atualiza seus apps (iPhone e Android) e lança nova página mobile em HTML5

Ícone do LinkedIn

Se você, assim como eu, usa o LinkedIn mas não gostava do aplicativo, boa notícia: a empresa acaba de anunciar novas versões para seus apps (iPhone e Android). Além disso, pela primeira vez, você também poderá acessar o site mobile dela construído em HTML5, disponível através do endereço touch.linkedin.com.

Publicidade
Site LinkedIn (antes)
Site LinkedIn (antes)
Site LinkedIn (depois)
Site LinkedIn (depois)

Segundo Chad Whitney, gerente de produtos da empresa, os novos apps podem ser até dez vezes(!) mais rápidos que a antiga versão, fazendo uma diferença incrível na hora de buscar ou atualizar uma informação on-the-go.

As informações foram reorganizadas — agora divididas em quatro áreas-chave — e os aplicativos estão bem mais simples: Updates (onde é possível ver a timeline com as atualizações da sua rede e as notícias diárias do LinkedIn), Inbox (convites e mensagens em um só lugar), You (acesso ao seu perfil e conexões) e Groups & More (acesso aos grupos e à ferramenta People You May Know, recomendação de pessoas que você provavelmente conhece). Com essa nova estrutura, o LinkedIn pretende tornar as tarefas mais intuitivas.

LinkedIn app — Updates
Updates
LinkedIn app — Inbox
Inbox
LinkedIn app — You
You
LinkedIn app — Groups & More
Groups & More

Umas das grandes mudanças requisitadas por usuários e implementada nessa nova versão foi o deslocamento da timeline. Agora, ela é mostrada como “página inicial”, assim que o aplicativo é aberto. Também é possível acessar seus grupos diretamente do app, coisa que não dava pra fazer na antiga versão.

Ainda segundo Whitney, as novidades não param por aqui. A equipe mobile da empresa cresceu bastante desde o início do ano e muita coisa boa ainda está por vir.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Protótipo de MacBook Pro 3G à venda no eBay

Antena do protótipo de MacBook Pro 3G conta com design MagSafe

Próximo Artigo
Tablets

Final de 2011 será marcado por uma corrida ao fundo nos preços das tablets — menos do iPad

Posts Relacionados