O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple ainda estaria negociando com a China Telecom; empresa está numa sinuca de bico com a China Mobile

Bandeira da China

Bandeira da ChinaChina Mobile, China Unicom, China Telecom… é tanta “China” que não tem como não se confundir — Vivo, Oi, TIM e Claro fica muito mais fácil, não fica? 😛 Mas agora vou colocar tudo em pratos limpos.

Publicidade

China Mobile, a maior operadora da China (e, consequentemente, do mundo), com 600 milhões de clientes, é a que já teve várias conversas com a Apple, inclusive com a presença de Steve Jobs.

China Unicom, a segunda maior da China, com cerca de 183 milhões de clientes, é a única parceira da Apple no país e, segundo os últimos rumores, executivos da empresa deram um pulo nos Estados Unidos para negociar o lançamento do iPhone 5 no maior mercado do planeta.

Já a China Telecom, terceira maior, com 100 milhões de clientes, e a única no país que trabalha com redes CDMA, já teria um acordo com a Apple para a distribuição do iPhone 5 em território chinês — coisa fácil para a Maçã, já que supostamente seu próximo smartphone deverá ser híbrido.

Publicidade

Confusão desfeita? Agora vamos às notícias do dia.

De acordo com a Reuters, o tal acordo com a China Telecom ainda não saiu e ambas as empresas ainda estariam negociando a chegada do iPhone no mercado chinês através da terceira maior operadora do país.

Como sempre, Apple e China Telecom não comentaram o assunto. “Nós temos um acordo confidencial com a Apple e eu não posso falar nada sobre isso”, disse Wang, presidente da empresa, depois de anunciar os resultados financeiros do primeiro semestre de sua telecom. Pelo visto nada de acordo, ainda.

Publicidade

· · ·

Voltando agora para a China Mobile, a nº1, parece que as conversas ainda vão demorar um pouco para terminar. A rede da empresa opera no padrão TD-SCDMA, que é incompatível com os aparelhos da Maçã. Por isso a Apple encontra-se numa verdadeira sinuca de bico: ou desenvolve um aparelho específico para a rede da telecom, ou os clientes da operadora só poderão ter acesso à rede 2G através do iPhone — convenhamos, é como ter uma Ferrari e só poder andar a 30km/h.

Com um mercado desses (mais de meio bilhão de clientes), é uma questão de tempo para a Apple fechar um acordo com a China Mobile, afinal seus planos para a China são grandes. Mas como você acha que seria esse acordo? Smartphone específico para a rede ou um modelo capado?

[via MacRumors, Computerworld]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
McAfee e malwares mobile

Estudo da McAfee coloca Android na primeiríssima colocação entre as plataformas móveis mais ameaçadas por malwares

Próximo Artigo

FBR Capital Markets: Apple deverá vender 57,8 milhões de iPhones e 30,5 milhões de iPads no segundo semestre

Posts Relacionados