O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

LiquidKeyboard: um conceito de como teclados virtuais poderiam ser mais flexíveis

Teclado virtual do iPad

Estamos vivendo uma revolução de telas sensíveis ao toque: depois que o iPhone foi anunciado, em 2007, de repente parou de fazer sentido colocar teclados em certos tipos de gadget. Pra que perder espaço com algo tão imutável, quando o aparelho pode ficar menor, mais leve e ter uma tela bem maior? (Aliás, notou como os sliders praticamente sumiram do mercado e absolutamente nenhuma tablet tenta oferecer um teclado físico embutido?)

Publicidade

Teclado virtual do iPad

Só que tem um problema: você pode até fazer um escritor profissional usar uma touchscreen, mas não vai conseguir forçá-lo a escrever longamente nela. A falta de feedback tátil (e do agradável tec-tec-tec) é o que estraga a experiência: as teclas virtuais ficam estáticas e não há como saber onde elas estão em relação a seus dedos sem ficar olhando constantemente; para somar insulto à ofensa, é praticamente impossível usar mais que dois dedos — no iPad, todo mundo é catador de milho, queira ou não.

Entra em cena a LiquidKeyboard, com um conceito que promete flexibilizar os teclados virtuais fazendo a posição relativa das letras variar de acordo com os toques dos dez dedos do usuário. Se a tela é capaz de reconhecer múltiplos toques, por que não usar isso? Engenhoso!

Publicidade

A ideia é interessante e parece levar para tablets o que o BlindType promete para smartphones, mas eu vejo pelo menos um probleminha com esse conceito: enquanto os teclados virtuais de hoje pecam por simplificar demais e fazer todo mundo catar milho, essas teclas associadas a todos os dedos nivelam por cima. Quem aí consegue usar os dedos mínimos constantemente ao digitar?

Eu até consigo digitar rápido e sem olhar, mas realmente me sentiria perdido com esse teclado que precisa de todos os dedos o tempo todo. E você?

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone do Bienal Rio

Aplicativo oficial da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro chega à App Store

Próximo Artigo
9/11 Memorial: Past, Present and Future

Memorial 9/11 será um app exclusivo para iPad, gratuito nos primeiros dias de setembro

Posts Relacionados