Promotora do Estado de Massachusetts é vítima de fraude na iTunes Store e chama Apple “pras conversas”

iTunes Store em Mac, iPad e iPhone

Uma coisa é mexer com um “civil”, mas quando você aperta o calo de um advogado… e justo nos Estados Unidos, onde advogados não gostam nem um pouco de levar tudo a juízo! A coisa fica feia, muito feia. Prova disso é que Martha Coakley, promotora do Estado de Massachusetts, decidiu colocar a Apple contra a parede após ser vítima de uma fraude na iTunes Store. As informações do cartão de débito da promotora foram roubadas por criminosos que fizeram inúmeras compras na loja digital da Maçã, segundo o Threatpost.

Publicidade

iTunes Store em Mac, iPad e iPhone

Os dados, obtidos pelos gatunos durante uma viagem da promotora, foram usados para tentar fazer a aquisição de um notebook da Dell, mas a empresa entrou em contato com Coakley antes de a transação ser concluída. Dado que o mesmo procedimento não foi feito pela Apple (só os recibos das compras foram chegando, no dia seguinte à ocorrência delas), será investigado se a gigante de Cupertino teria descumprido uma lei estadual em vigor desde 2010, a qual busca preservar informações sigilosas de consumidores. Caso isso seja confirmado, a companhia poderá ser até processada criminalmente.

Nessa história toda, acho que foi 1 x 0 pra Dell. :-/

[via MacNN]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…