O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Jefferies & Co. aposta que iPad 3 será lançado em janeiro

iPad 2 deitado

Agora que os rumores do iPhone 5 não fazem mais tanto sentido — afinal, o convite do anúncio já foi enviado e iremos conhecer o novo smartphone da Apple na terça-feira (4/10), com cobertura ao vivo do MacMagazine, é claro — o mercado está mirando na próxima geração do iPad.

Publicidade

Peter Misek, analista da Jefferies & Co., se juntou à JPMorgan Chase & Co. e é mais um que acredita na redução de pedidos de iPads 2 por parte da Apple — ele projetou novos números de vendas da tablet para o quarto trimestre da Maçã, passando de 13,6 milhões de unidades para 12 milhões.

iPad 2 deitado

Misek acha que essa redução é diretamente relacionada a quatro fatores:

Publicidade
  1. O “iPad 2 HD” foi cancelado pela firma de Cupertino — ela teria produzido 1 milhão desses supostos gadgets, porém eles foram “transformados” em iPads 2 novamente(??);
  2. O lançamento do iPad 3 foi antecipado para janeiro de 2012;
  3. Um pouco de cautela da empresa, já que as vendas não estão mais tão fortes quanto anteriormente;
  4. Parte da produção do iPad estaria vindo para o Brasil.

Sobre o “iPad 2 HD”, melhor nem comentar! Já sobre o iPad 3, conforme muito bem colocado pelo Electronista, o lançamento em janeiro é algo bem difícil de acontecer. Isso porque a nova tablet da Maçã deverá ser equipada com o chip A6, que ainda estaria em fase de testes. A TSMC, responsável pela produção do chip, só começaria sua produção em massa no início do ano, o que tornaria o lançamento do iGadget tão cedo inviável.

Falando especificamente da redução de pedidos por parte da Apple, até onde eu sei, transferência de produção não é a mesma coisa que redução. Claro que não sabemos quantos iPads a Apple pretende produzir no Brasil — na verdade nem sabemos ainda quando, que dirá quantos —, mas tenho certeza de que Misek também não possui essa informação, ou seja, não temos como afirmar se trata-se de uma relocação ou de uma redução mesmo. Só o tempo dirá.

O analista ainda acredita que a redução dos números do iPad será compensada pelo iPhone. Ele aumentou sua previsão do smartphone em 3 milhões de unidades, totalizando 28,7 milhões de iPhones para o quarto trimestre deste ano.

[via Barrons.com]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Momento Humor: como mergulhar a sua "maçã" neste Ano Novo judaico

Próximo Artigo
Promoção de 500 mil comentários - garrafa

Promoção “500.000º comentário” no MacMagazine: concorra a uma garrafa e uma caneta da Apple! ;-) [atualizado]

Posts Relacionados