O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

J.P. Morgan: Kindle Fire é “ruído”, não vai competir com o iPad nem é garantia de sucesso

Kindle Fire

Kindle FireCom a apresentação da nova família de Kindles nesta semana, muita gente começou a colocar o peso do título “iPad-killer” sobre o pequeno Fire, tablet de 7 polegadas movida a Android que custa US$200. O preço é bom, o gadget terá Angry Birds, um navegador que promete ser mais rápido que um porco-espinho azul e acesso a todo tipo de conteúdo que a Amazon.com vende. Mas será que ele é mesmo um rival para a tablet da Apple?

Publicidade

Mark Moskowitz, da J.P. Morgan, duvida muito. O analista disse não ter ficado nada impressionado com o aparelho e o categorizou simplesmente como “ruído” — ou seja, no mesmo nível que tablets Xing-Ling vendidas na dúzia em becos e ruelas escuras. No máximo, o novo gadget da Amazon poderia ser classificado como um “degrau”, e suas três características mais positivas (o preço, o conteúdo e a interface própria) não seriam revolucionárias o bastante nem mesmo para garantir uma posição no topo entre tablets com Android.

“O preço baixo do Kindle Fire fala do quanto falta no aparelho”, disse Moskowita. “Acreditamos que esse preço não vai render à maioria dos usuários uma experiência do nível de uma tablet, o que é um problema, se a Amazon quiser se tornar uma das principais fabricantes.” Por não ter 3G, GPS, câmera, microfone e sua tela ser bem menor que a de um iPad, Moskowitz crê na possibilidade de o Kindle Fire ser uma espécie de intermediário preparando o terreno para algo mais completo.

Acho que Moskowitz foi um pouco duro demais em seu comentário. Creio que minha teoria da proposição negativa vai ser o que vai alimentar as vendas do Kindle Fire: quem não tiver poder aquisitivo para investir em um iPad ou qualquer outra tablet com Android certamente verá no gadget da Amazon uma alternativa superatraente — e, vai por mim, há muita gente nesse grupo. Não, o Fire não tem um monte de coisas… mas o que você esperava, por menos da metade do preço de um iPad?

Publicidade

Contudo, se você puser um Kindle do lado da tablet da Apple e perguntar para qualquer pessoa “Desses dois, qual você quer levar pra casa por apenas US$1?”, não é preciso ser um analista de mercado bem pago pra saber qual será a resposta — se dinheiro não for problema, só um louco vai optar pelo produto da Amazon. Ou seja, o Kindle Fire não concorre com o iPad — na verdade, ele busca um segmento do mercado com que a Maçã nem se preocupa tanto (ainda) e que nenhuma outra fabricante de tablets consegue atender com competência, o low-end.

[via AppleInsider]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Como nascem os rumores - PCMag

Infográfico: como nascem, crescem e morrem os rumores sobre a Apple

Próximo Artigo
iPod Click Wheel Games - iTunes Store

Sinal do fim: jogos para iPods com Click Wheel são removidos da iTunes Store

Posts Relacionados