O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Walter Isaacson conversa com Andy Serwer, da Fortune, sobre como foi conviver com Steve Jobs

Walter Isaacson e Andy Serwer - Fortune

Hoje a revista Fortune disparou uma série de tweets com trechos de uma entrevista de Walter Isaacson, autor da biografia de Steve Jobs, com Andy Serwer. Os tópicos abordados foram variados, mas girando sempre em torno do livro e da convivência de Isaacson com Jobs, numa relação que se tornou gradativamente mais íntima, com o passar do tempo. Além disso, o autor comentou um pouco das suas impressões sobre um dos maiores gênios de nosso tempo, afirmando que as últimas palavras dele foram um grande mistério deixado para nós.

Publicidade

Walter Isaacson e Andy Serwer - Fortune

Confira a sequência de tweets:

[blackbirdpie id=”134625462113665025″]

“Houve uma conexão emocional que Steve Jobs construiu ao redor do mundo — como um astro do rock ou um príncipe.”

Publicidade
[blackbirdpie id=”134625626085801984″]

“Ele conseguia fazer as coisas num cronograma impressionante para a maioria das pessoas.”

[blackbirdpie id=”134626376690044928″]

“Jobs ficou mais e mais emotivo e pessoal, conforme os dois anos passaram.”

[blackbirdpie id=”134627482363105280″]

“Jobs se sentia escolhido e especial, mas também um desajustado e um rebelde.”

Publicidade
[blackbirdpie id=”134628103820558336″]

“Jobs tinha uma qualidade única que é um ingrediente para um gênio: a capacidade de conectar arte e ciência.”

[blackbirdpie id=”134628402517917696″]

“É bom que tenhamos dado mais importância ao líder de negócios criativo que à celebridade.”

[blackbirdpie id=”134628726871834625″]

“O time executivo da Apple hoje tem instrínseco em seu DNA conectar engenharia com o belo.”

Publicidade
[blackbirdpie id=”134629878560595968″]

“Steve nos deixou com um mistério.”

[blackbirdpie id=”134631188798251008″]

“Houve muitas coisas pessoais que eu deixei de fora.”

[blackbirdpie id=”134631933668888577″]

“Steve pensou que o hub digital tinha saído do computador para a nuvem.”

[blackbirdpie id=”134632486369103872″]

“Ele não se tornou mais doce ou gentil, ele aprendeu a canalizar sua energia e paixão.”

[blackbirdpie id=”134633947924672512″]

“Alguns grandes líderes conseguem ter uma visão ampla; alguns, microgerenciam. Steve fazia as duas coisas.”

[blackbirdpie id=”134634867739725824″]

“Jobs é um ícone tamanho que cada geração terá uma visão diferente dele.”

Mais alguns comentários que rolaram na entrevista, segundo destacou o SAI: os dois maiores nomes do time executivo da Apple deverão ser Tim Cook (cuidando da parte técnica) e Jony Ive (encarregado da visão artística), a maior criação de Jobs teria sido a própria empresa (capaz de sobreviver sozinha por anos e anos, como a Disney) e que o maior desafio do futuro será passar a soma beleza e engenharia criativa adiante.

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo - Pioneer Zypr

Pioneer apresenta Zypr, um "Siri de código aberto"

Próximo Artigo
Malwares Trojans Worms no Mac

Tarda, mas não falha: depois de anos, quadrilha por trás do DNSChanger é desbaratada

Posts Relacionados