O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple não desiste e quer mesmo exclusividade do termo “App Store”

Amazon Appstore

Nesta semana, a Apple atualizou o documento referente ao processo contra a Amazon.com, no qual a questão gira em torno do nome “App Store”. Apesar da controvérsia — existem opiniões contra e a favor da proibição que a Apple quer impor de usar o nome “App Store” —, a Maçã afirma que é a única que possui uma App Store de verdade e que o uso do termo por parte da Amazon poderia levar seus clientes a acreditar que as empresas tenham uma espécie de filiação no que diz respeito à loja. A representação continua, afirmando que o anúncio da Amazon era falso e/ou enganoso, gerando a confusão.

Publicidade

Amazon Appstore

É claro que a loja de aplicativos da empresa de ecommerce existe, mas a página descritiva do Kindle Fire não traz mais qualquer referencia ao nome “Amazon Appstore para Android”.

Independentemente disso, a Apple ainda não ganhou o registro da “App Store”; concorrentes alegam que o termo é genérico demais e não deve ser restrito a uma companhia. Contudo, muito provavelmente com receio de serem processadas pela gigante de Cupertino, empresas estão evitando usar o nome. Pelo menos é isso que alguns pensam quando veem que as diversas lojas da concorrência não estão usando a denominação “App Store”: Android Market, BlackBerry App World, Windows Phone Marketplace, entre outras.

Publicidade

Veja a seguir o documento completo, atualizado:


[via AppleInsider]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ace Attorney - Apple contra Samsung

Apple quer ver registros de call center da Samsung para provar que consumidores estão se confundindo

Próximo Artigo

Infográfico: quem é o comprador típico de iPad?

Posts Relacionados