O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Disponível na App Store, iTether permite compartilhar a conexão 3G do iPhone com computadores [atualizado 3x]

Ícone - App iTether

O time de aprovação da “Oops Store” provavelmente marcou bobeira e deixou passar o iTether, o qual permite que usuários compartilharem a internet 3G do iPhone com PCs e Macs via cabo USB.

Publicidade

Para fazer uso do recurso, é preciso baixar um software desktop (PC ou Mac). Depois, basta rodar ambos (versão desktop e versão mobile) e fazer as devidas configurações para desfrutar das maravilhosas velocidades 3G em seu computador. 😛

Tether rodando no Mac
Tether rodando no Mac

No iPhone, o serviço de tethering é oferecido pelas operadoras e, em muitas vezes, o usuário precisa pagar uma taxa complementar ao plano para poder usá-lo. Isto parece ser acordado com a Apple, sendo o motivo pelo qual não é normal vermos aplicativos desse tipo na App Store — lembra do NetShare? Pois é, ele foi banido justamente por isso.

Mas o que chamou atenção nessa história toda é que, de acordo com a empresa por trás do aplicativo, eles foram bem claros com a Apple a respeito do funcionamento do app. E, mesmo com várias perguntas da Maçã, o iTether foi aprovado, o que pode significar que ele permanecerá na loja.

Publicidade
[blackbirdpie id=”141415159376781312″]

O iTether requer o iOS 4.2 ou superior, é compatível com iPhones — roda também em modo compatibilidade em iPads com Wi-Fi+3G — e custa US$15 na App Store [~100KB]. Lembrando que, se você não possui um plano ilimitado e estiver interessado no app, use-o com parcimônia. Afinal, ninguém gosta de $urpre$a$ no final do mês. 😉

[via MacRumors]

Atualização

Diferentemente de outros lugares do mundo como Estados Unidos e França, no Brasil as operadoras não cobram pelo uso do tethering via Acesso Pessoal (Personal Hotspot). Mesmo assim, a dica serve para nossos leitores que moram no exterior. 😉

Atualização II, por Rafael Fischmann

E pelo jeito a coisa toda ocorreu mesmo por engano: o iTether já foi removido da App Store. No tempo em que ficou no ar, ele conseguiu chegar ao ranking de Top Grossing (mais lucrativos) da loja.

Publicidade

Vamos ver se a desenvolvedora se pronuncia.

[via MacRumors]

Atualização III, por Rafael Fischmann

E a Tether publicou agora um comunicado sobre a remoção do app:

Around 12PM EST, Apple called our head office to let us know they were going to go ahead and pull our app iTether from the App Store. They stated it was because the app itself burdens the carrier network, however they offered us no way to remedy the solution… We were very clear when listing the app what the primary function was and they even followed up with several questions and requested a video demo then they approved the application.

We strongly disagree that it burdens a carrier’s network, as from our own data history on more than 500,000 users we know the average user consumes less than 200 MBs of data per month on Tether. In comparison, one TV show streamed from Netflix, an approved Apple App, could easily be in the 300-400 MBs range. Sure, there are some users that will consume way more than the average however that’s the case with any of these types of products.

Our team is very disappointed in Apple’s decision; as we strongly believe we help carriers better monetize their data stream by pushing customers into new data tiers further increasing their bottom-line. It is very anti-competitive to not allow any Tethering application to enter into this space to innovate. Our team has created a lot of innovative solutions for the BlackBerry product, which we were hoping to port over to the iPhone like end-to-end encryption, compression, website filtering and port filtering.

According to Apple, users who purchase iTether before it was pulled will continue to be able to use the product.

Our team is evaluating all of our options… Stay tuned.

Basicamente, eles dizem que a Apple decidiu voltar atrás em sua decisão e retirar o iTether da App Store devido a um consumo elevado de dados, mas discordam da justificativa porque há outros apps que consomem mais do que a média registrada por eles — como um de vídeos da Netflix, por exemplo.

Vale notar que quem adquiriu o iTether antes de ele ser removido poderá continuar usando-o sem problemas; estes só não terão como receber possíveis updates via iTunes. Ainda assim, a Tether afirma estar trabalhando e negociando com a Apple um retorno do aplicativo à loja. Veremos…

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone do iTunes Movie Trailers

Apple atualiza aplicativo iTunes Movie Trailers para iOS com algumas melhorias

Próximo Artigo
Ícone do Yahoo! Search

Yahoo! Search é atualizado para versão 3.0 e ganha novamente recurso de busca por voz

Posts Relacionados