O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Com migração da indústria de PCs para modelos tudo-em-um, Apple poderá perder liderança

Novos iMacs de frente

Desde o Macintosh, a Apple valoriza os computadores tudo-em-um (all-in-one), que não precisam de montagem — basta tirar da caixa e ligar na tomada, não precisa ficar conectando monitores, caixas de som, câmeras. Até hoje, ela é a empresa líder nessa categoria, mas com a crescente adoção dessa estratégia por fabricantes de PCs isso poderá mudar no ano que vem, pelas previsões do DigiTimes.

Publicidade

Mercado de desktops tudo-em-um em 2012 - DigiTimes

O mercado de computadores tudo-em-um teria sofrido uma desaceleração em 2011, com um crescimento de apenas 31,1%, contra 50,4% em 2010. Adicionalmente, a entrada de Lenovo e HP nesse mercado deverá exercer um bocado de pressão sobre o iMac, da Apple, até agora uma das poucas opções de tudo-em-um. Estima-se que no ano que vem os PCs da Lenovo vendam 4 milhões de unidades, contra 3,8 milhões de iMacs — um market-share de 25% contra 24%.

Não creio que isso possa ser interpretado como encrenca para a Maçã. Pelos números da DigiTimes, os computadores tudo-em-um representaram 9,3% do mercado total em 2011, fração que deverá crescer para 10,5% no ano que vem. Isso é um sinal de que as fabricantes de PC estão concordando com (ou acordando para) a facilidade deste tipo de computador, e os consumidores é que ganham com isso, por terem mais alternativas e menos fios para conectar.

Publicidade

Adeus, torres beges, e obrigado pelos peixes por tudo.

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Jogando em um iPad com OnLive

OnLive está chegando de verdade ao iOS, vai dar pra jogar L.A. Noire num iPad

Próximo Artigo
Samsung usando ícones da Apple

E a Samsung não se cansa mesmo de usar ícones da Apple em suas imagens promocionais…

Posts Relacionados