O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Pesquisa revela que tablets Wi-Fi são bem mais populares que modelos 3G

iPad 2 com Wi-Fi + 3G

Mais uma do NPD: em um estudo interessante, no qual compara o número de aparelhos que utilizam redes Wi-Fi ou 3G para se conectar à internet, a firma de pesquisas apurou que porcentagem de tablets que navegam em redes Wi-Fi cresceu de 60% (em abril de 2011) para 65%.

Publicidade

Os motivos para isso seriam vários: 1. os (altos) custos dos planos de dados; 2. mais oferta de redes Wi-Fi; 3. usuários de tablets também possuem smartphones, que já preenchem a necessidade de conexão on-the-go; 4. cada vez mais tablets estão chegando ao mercado, muitas delas sem conexão 3G (caso do Kindle Fire), e 5. consumidores “comuns” (diferentemente de early-adopters ou geeks) são propensos a escolher produtos mais baratos — no caso de uma tablet, “mais barato” significa “sem conexão 3G”.

Pesquisa - Wi-Fi vs. 3G

“Será que vale a pena comprar o iPad Wi-Fi + 3G?” Essa é uma pergunta bastante comum, que inclusive já tentamos responder aqui no site. Claro que depende do uso, mas a verdade é que as conexões Wi-Fi estão cada vez mais presentes, seja na casa das pessoas, em estabelecimentos comerciais ou até mesmo na rua — muitas cidades turísticas oferecem Wi-Fi gratuita.

Publicidade

Tirando o caso específico de quem trabalha com o iPad (representantes comerciais, por exemplo), realmente não é prático utilizar uma tablet on-the-go — ela é sim, muito melhor para ser levar de um ponto a outro (da casa para o trabalho, por exemplo), onde as chances de termos conexões Wi-Fi são grandes.

iPad 2 com 3G

Eu comprei meu iPad 2 Wi-Fi + 3G no lançamento, e conto nos dedos as vezes que utilizei uma conexão 3G: duas, ambas viajando para o exterior. Basicamente o iPad substituiu meu MacBook Pro em algumas viagens (já que não preciso do computador para trabalhar). Em algumas delas, como o hotel não oferecia Wi-Fi (ou era absurdamente caro), recorri a um plano pré-pago local 3G. Sinceramente, nada que tenha justificado os 120 euros a mais que desembolsei pelo recurso.

Publicidade

Mais uma vez, #FikDik: reflita bem sobre suas reais necessidades antes de querer comprar um iPad (ou qualquer outro gadget). Muitas vezes, a emoção fala mais alto que a razão, e você acaba investindo onde não deve. 😉

[via MacRumors]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Macs - iMac, MacBook Air, MacBook Pro e Mac mini

NPD: vendas de Macs cresceram 13% em outubro e novembro, nos EUA

Próximo Artigo
Wondershare Fantashow num MacBook Pro

Fantashow para Mac promete transformar fotos e vídeos em "filmes fantásticos", em poucos minutos [atualizado 5x]

Posts Relacionados