O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mais informações sobre a confusão no lançamento do iPhone 4S na China

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Conforme noticiámos rapidamente ontem, uma confusão na fila da loja da Apple em Pequim fez com que a Apple cancelasse as vendas do aparelho por lá. Com o passar do tempo, mais e mais informações sobre a confusão foram chegando, e agora trataremos de tudo o que aconteceu.

Publicidade

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Segundo o AllThingsD, o problema não se conteve à loja da capital, já que as de Xangai também não comercializaram o aparelho.

Um representante da Maçã declarou: “A demanda pelo iPhone 4S está incrível, e nossas lojas da China estão com estoques esgotados. Infelizmente, nós fomos incapacitados de abrir a loja de Sanlitun, já que a aglomeração de pessoas era enorme. Para garantir a segurança dos consumidores e dos empregados, as vendas do iPhone nas lojas de Pequim e Xangai estão temporariamente canceladas. Consumidores podem fazer a compra através da loja online ou adquiri-lo com a China Unicom e revendedores autorizados.”

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

De acordo com a Bloomberg, uma multidão passou a noite no frio (com temperaturas de até -9ºC) para adquirir o aparelho, que teria o início das vendas marcado para as 7h. Todavia, às 7h15 a loja continuava fechada. Foi aí que um homem não identificado, com um megafone, disse que o iPhone não seria mais vendido. Alguns começaram a gritar “abram a porta”, “mentirosos”, e, por questões de segurança, as elas permaneceram fechadas.

Publicidade

Cerca de 60 cambistas foram contratados por revendedores para passar 12 horas do lado de fora de uma das lojas, com a promessa de que seriam pagos US$19 caso retornassem com aparelhos em mãos — um dos prováveis motivos do início da confusão. Um deles informou ainda que eles (cambistas) vieram de ônibus do subúrbio, e que receberam apenas um ajuda de custo para alimentação — ele preferiu não se identificar, a fim de evitar possíveis represálias.

“Isso é um desastre. Todo mundo sabe que haveria um número maciço de pessoas no lançamento. Isso mostra a incapacidade de gestão do varejo”, afirmou Shaun Rein, diretor-gerente do China Market Research Group.

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Veja mais fotos na galeria do M.I.C Gadget, no Flickr.

Em outras partes da capital, o lançamento foi mais tranquilo (porém, não menos traumático). Em uma loja em Xidan, foram distribuídos 1.000 tickets para que clientes garantissem a compra do aparelho (máximo de dois por pessoa). Já em outra loja no bairro de Pudong, o horário estipulado para o início das vendas também era das 7h, todavia as portas foram abertas uma hora mais cedo para acomodar a multidão. Uma cliente que pretendia comprar o aparelho para a filha se mostrou irritada, já que, na teoria, a comercialização começaria às 7h, mas, quando ela chegou, às 6h, todos os iPhones já estavam vendidos.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo da Intel (miniatura)

Intel está conversando com diversas empresas sobre seus chips móveis, inclusive com a Apple

Próximo Artigo

↪ Google Sync para iOS agora possibilita que mensagens sejam de fato apagadas

Posts Relacionados