Assim como iPhones, iPads também conseguem manter um bom valor de revenda

Saco de dinheiro

Já vimos que iPhones se desvalorizam mais devagar que smartphones com Android ou BlackBerries. Agora, uma pesquisa encomendada pela CNN mostrou que, assim como o smartphone da Maçã, o iPad também tem um bom desempenho quando o assunto é retenção de valor.

Publicidade

Saco de dinheiro dentro de um iPad

De acordo com o estudo, iPads com um ano de idade conseguem ser revendidos por até metade (50%) do valor original. Comparativamente, Kindles com um ano de vida conseguem ser revendidos por algo entre 25% e 33% do preço de um novo. Contudo, a pesquisa engloba os ereaders Kindle, e não o Kindle Fire (este sim, “compete” com o iPad) — ao meu ver, comparação um pouco injusta. O problema é que a tablet da Amazon ainda é muito nova no mercado (cerca de quatro meses de idade), não existindo ainda um mercado de usados forte para o produto.

Mesmo assim, alguns podem supor que, por ser mais caro que os Kindles, o iPad pode sofrer uma depreciação mais rápida. Mas a pesquisa nos mostra exatamente o contrário: na média, os ereaders se depreciam 22% mais rápido do que a tablet da Apple.

Publicidade

Fiquei curioso para ver uma pesquisa dessa com os “reais” competidores do iPad, como o Galaxy Tab, o Transformer Prime, entre outros.

[via The Loop]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…