O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Saiba exatamente com quem você está compartilhando um conteúdo com o Everyme para iPhones/iPods touch

Ícone do Everyme

Não importa o serviço: Facebook, Twitter, Google+, Instagram… todos têm suas respectivas qualidades e defeitos mas, por serem redes sociais, a base de tudo é o compartilhamento. Será que precisamos de mais um serviço para isso? Oliver Cameron, cofundador e CEO do Everyme, acha que sim — e, apesar do meu ceticismo, a coisa faz sentido se analisarmos pelo lado da privacidade.

Publicidade

Explico: o Everyme nada mais é do que um ambiente no qual pessoas podem se sentir mais confortáveis para compartilhar o que elas quiserem. Isso porque o serviço é baseado em círculos, os quais são criados de forma simples e fácil pelo usuário. Assim, podemos “separar” grupos, como por exemplo colegas de trabalho, família, amigos, primos, grupo da cerveja de domingo, etc. Quando comparado ao Facebook, as vantagens no quesito compartilhamento são claras. Mas e com o Google+, que também trabalha com círculos? De acordo com Cameron, a rede social do Google caminha para a direção certa, mas ainda é bastante confusa — é difícil saber em que círculo te colocaram, por exemplo.

Everyme

No Everyme tudo funciona de forma transparente, já que as pessoas podem ver em que círculo cada uma está, podem sair dos respectivos grupos — ou até mesmo deletá-lo, caso seja o criador. O serviço também conta com o Magic Circles (Círculos Mágicos), uma forma automática de criar grupos. Ele conta também com o Magic Stories (Histórias Mágicas), capaz de compartilhar informações automaticamente, como aniversários.

Publicidade

Uma vantagem do Everyme é sua base de dados: a agenda do usuário. Nada de conexões com Facebook ou Twitter — aliás, nem é possível compartilhar conteúdo com essas ou qualquer outra rede, já que a proposta do Everyme é exatamente o controle da informação. O bacana é que seus contatos não precisam necessariamente usar o app para receber o conteúdo compartilhado, já que tudo pode ser distribuído via email ou mensagens — obviamente, através do aplicativo, a coisa fica mais controlada/simpática.

O Everyme requer o iOS 5.0 ou superior, é compatível com iPhones/iPods touch e não custa nada na App Store [5MB].

[via TechCrunch]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone - Google Currents

↪ Google Currents ganha grande atualização e está agora disponível internacionalmente

Próximo Artigo

↪ Vídeo: fazendo o unboxing de cinco(!) MacBooks Air, versão educacional

Posts Relacionados