Apple nega conspiração em ebooks e diz que quebrou o monopólio da Amazon no segmento

Ícone do iBooks

O Departamento de Justiça (Department of Justice) dos Estados Unidos processou a Apple e mais cinco editoras acusando-as de formação de cartel em ebooks — três delas (Simon & Schuster, Hachette e HarperCollins) já entraram em acordo com o DoJ.

Publicidade

Biografia de Steve Jobs no iPad

Pela primeira vez a Apple comentou o assunto, e a declaração veio do porta-voz da empresa Tom Neumayr, através do AllThingsD:

A acusação de conspiração do DoJ contra a Apple simplesmente não é verdade. O lançamento da iBookstore em 2010 fomentou a inovação e a competição, quebrando o monopólio da Amazon na indústria editorial. Desde então consumidores estão se beneficiando de ebooks mais interativos e envolventes. Assim como permitimos aos desenvolvevores que escolham seus preços na App Store, editores escolhem seus preços na iBookstore.

Traduzindo: “Eu não tenho nada a ver com isso! Resolva o seu problema com as editoras.” 😛

Publicidade

Especialistas no assunto já deram suas opiniões, afirmando que a Apple tem grandes chances de se sair bem dessa briga contra o governo americano.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…