Conheça a gTar, a primeira guitarra que “qualquer um pode tocar”

gTar

Definitivamente não é a primeira vez que misturam guitarra e iPhone, mas sem dúvida este foi um dos resultados mais interessantes até agora. Me refiro à gTar, a primeira guitarra que “qualquer um pode tocar”.

Publicidade

gTar

O pai da criança é Idan Beck, fundador e CEO da Incident. Beck começou a tocar guitarra quando ainda tinha 10 anos, e aos 16 começou a ensinar amigos. Ao entrar na faculdade, começou a se interessar pelos bastidores da coisa (especialmente pela parte eletrônica) e resolveu criar a gTar.

Vale a pena ver o vídeo de apresentação do projeto:

Publicidade

Funciona assim: coloque o iPhone no dock da gTar, abra o app e escolha uma das muitas músicas, todas com três níveis de dificuldade. No modo fácil, os LEDs se iluminam e você só precisa seguir os comandos. Graças ao recurso SmartPlay, qualquer nota tocada errada é anulada, ou seja, as chances de um iniciante “estragar” a música são pequenas. 😛 No outro extremo (difícil), você fica livre para tocar o que quiser, mas ainda com as luzes indicando as notas corretas — existe ainda um modo livre, no qual as luzes somem e você faz o que bem entender. E o bacana é que toda a experiência é livre de cabos, ou seja, basta pegar a gTar, o iPhone e começar a brincadeira.

A gTar é mais uma que tenta chegar ao mercado através do Kickstarter. Para isso, precisa angariar US$100 mil até o dia 25 de junho — no momento mais de 140 pessoas já apoiaram o projeto, totalizando pouco mais de US$50 mil. Caso queria garantir uma dessas, basta desembolar US$350 e esperar até setembro.

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…