O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple mais uma vez rebate acusações do governo americano acerca de conspirações em ebooks

iBooks no iPad

iBooks no iPadDias depois de surgirem detalhes adicionais sobre o caso e de a Apple ter obtido uma negação de petição na justiça, a firma de Cupertino deu entrada ontem à noite em uma nova papelada na Corte do Distrito de Manhattan, nos Estados Unidos, tentando mais uma vez se defender das acusações.

Publicidade

De acordo com a Apple, o processo que o Departamento de Justiça (Department of Justice, ou DoJ) abriu contra ela é “fundamentalmente falho”, tanto em sua concepção quanto judicialmente.

“A entrada da Apple na distribuição de ebooks é uma conduta clássica pró-competição, que criou concorrência onde ela não existia”, disse a empresa. “Sujeitar a Apple a um ataque legal dessa magnitude, contra uma estratégia de negócios bastante reconhecida como perfeitamente adequada, envia a mensagem errada ao mercado.”

A Apple continua negando que tenha conspirado contra a Amazon.com e que tenha forçado editoras a trabalharem com preços superiores aos de antes, alegando ainda que o governo não caracterizou apropriadamente os supostos comentários feitos pelo falecido cofundador e ex-CEO da companhia, Steve Jobs.

Publicidade

Como já imaginávamos, a coisa não é nada simples e ainda vai longe…

[via Reuters]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone - CleanMyDrive

MacPaw lança CleanMyDrive, disponível de graça por tempo limitado na Mac App Store

Próximo Artigo
Células de combustível (fuel cells) da Bloom Energy - Apple

↪ Projeto da Apple de usina de geração energética por células de combustível é aprovado por comissários da Carolina do Norte

Posts Relacionados