O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Ed Catmull e Larry Ellison discutem o legado de Steve Jobs na conferência D10: All Things Digital [atualizado: vídeos!]

Ed Catmull e Larry Ellison na D10

Depois de Tim Cook e de Aaron Sorkin, agora há pouco foi a vez de uma dupla falar sobre Steve Jobs na conferência D10: All Things Digital — diretamente de Rancho Palos Verdes, na Califórnia (Estados Unidos).

Publicidade

Ed Catmull e Larry Ellison na D10

Os convidados da noite foram Ed Catmull, presidente do Walt Disney Animation Studios/Pixar Animation Studios, e Larry Ellison, cofundador e CEO da Oracle Corporation — ambos falando sobre o legado deixado pelo falecido cofundador e ex-CEO da Apple, Steve Jobs.

Eis os destaques do que foi discutido:

Publicidade
  • Nem todas as qualidades de Jobs estavam presentes em sua personalidade desde sempre, o que inclusive pode ter influenciado bastante a sua saída da Apple, em 1986. Apesar disso, ele já era inteligente o suficiente para aprender e crescer com isso.
  • Jobs e Ellison se conheciam bastante, pois eram vizinhos há mais de 20 anos. O primeiro contato entre eles ocorreu de uma forma curiosa: Ellison foi à casa de Jobs reclamar de um pavão barulhento, o qual ele tinha ganhado de uma namorada.
  • Segundo Catmull, Jobs preferia não se envolver na parte criativa da Pixar e nem participava de reuniões sobre narrativas de produções.
  • Para Ellison, o objetivo de Jobs não era ficar rico, famoso ou poderoso. Sua meta era simplesmente o processo criativo, o desenvolvimento de produtos belíssimos e o mais próximos possíveis da perfeição. Ainda assim, devido à própria amizade entre os dois, o executivo relembra de Jobs ligando para ele quando a Apple superou a Oracle em valor de mercado — e dali não parou mais de crescer, como sabemos.
  • A ideia de Jobs sempre usar as mesmas vestimentas (mais recentemente, uma tradicional turtleneck preta e calças jeans) não era fazer uma crítica ou querer impor nada. Ele simplesmente não queria perder tempo e direcionar suas energias pensando no que vestir.
  • Jobs tinha uma obsessão pelo controle de tudo, queria sempre ter o maior envolvimento possível com todas as áreas no desenvolvimento de projetos do seu interesse.
  • Ellison também lembra de como Jobs gostava de compartilhar e discutir a evolução de projetos, tanto que o executivo ficou cansado de ver múltiplas versões de Toy Story e de protótipos de Apple Retail Stores.
  • Com o tempo, Jobs teria aprendido a ser menos brutal com seus empregados.

Agora há pouco, conforme noticiamos, os organizadores do evento liberaram todos os vídeos de participações de Jobs na D. Vale a pena conferir.

[via AllThingsD]

Atualização, por Eduardo Marques

Aqui, dois vídeos liberados pelo Wall Street Journal.

Destaques

Lições de carreira

Para os que entendem inglês, vale muito a pena assistir. 😉

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo - Microsoft SkyDrive

↪ Microsoft libera boa atualização do SkyDrive para Mac

Próximo Artigo

Engenheiro cria visor para quem gosta ou precisa tirar fotos com o iPhone sob forte luz do dia

Posts Relacionados