↪ Registro de Steve Jobs no Pentágono confirma uso intensivo de drogas na década de 1970

Steve Jobs no Pentágono

Steve Jobs no Pentágono

Publicidade

Steve Jobs achava que alguém poderia sequestrar sua filha [Lisa] em vias de chantageá-lo, de acordo com um recém-publicado documento do Departamento de Defesa que foi registrado na década de 1980, quando Jobs passou por uma verificação para liberação de segurança.

Essa revelação, junto a alguns novos detalhes sobre o uso de drogas e uma detenção quando Jobs ainda era menor de idade, vem de um questionário que Jobs preencheu para a investigação de liberação, adquirido pela Wired através de um pedido dentro da lei de Liberdade de Informação.

Segundo palavras do próprio Jobs, ele usou LSD 10-15 vezes por semana entre 1972 e 1974, e também fumava maconha uma ou duas vezes por semana entre 1973 e 1977. Depois disso, ele garante ter cessado definitivamente o uso de drogas. A rápida “prisão”, em 1975 (Jobs tinha 20 anos de idade), foi devido a uma multa de trânsito de US$50 a qual não fora paga por ele. [Wired.com]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…