O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Distribuidora portuguesa fecha e processa Apple alegando práticas comerciais abusivas

Bandeira de Portugal

Bandeira de PortugalAs coisas não estão nada boas para as revendas parceiras da Apple na Europa. Na França, 75 ex-empregados da eBizcuss, que faliu, processaram a Maçã. Em Valência, logo depois que uma Apple Store foi aberta, a revenda illa digital sentiu na pele a concorrência e fechou as portas.

Publicidade

Agora, o problema foi em Portugal. A Interlog, principal distribuidora do grupo Taboada & Barros (TB), faliu depois de trabalhar 20 anos com produtos da Apple em exclusividade. Em 2007, após a chegada da Apple no país, a Maçã começou a se apoderar dos canais de distribuição da Interlog. Dois anos depois, a gigante informou à distribuidora que ela não poderia mais fornecer produtos à FNAC, ocupando esse espaço — isso sem contar com a renegociação do contrato na qual as margens de lucro caíram de 12% para 4%.

Não teve jeito. Segundo o iPhoneTuga, o grupo TB processou a firma de Cupertino alegando práticas comerciais abusivas, fixação ilegal de preços e imposição de regras unilaterais as quais violam princípios básicos de liberdade, mercado e concorrência, exigindo uma indenização acima de 40 milhões de euros (~R$100 milhões).

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Tweetbot 0.6.1 alpha

↪ Tweetbot para Mac chega à sua segunda versão alpha com grande lista de mudanças

Próximo Artigo
Fórum MacMagazine

Tópicos do Fórum: roubo de MacBook, instalação limpa do OS X, conexão com Magic Mouse e mais!

Posts Relacionados