O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Criador da campanha “Think Different” critica novos comerciais da Apple

Ken Segall

Ken Segall, criador da campanha Think Different, que ajudou a tirar a Apple do buraco em 1997, escreveu um longo texto em seu blog criticando a mais nova campanha de marketing da Apple.

Publicidade

Ken Segall

Os novos comerciais falam sobre o Genius de uma Apple Retail Store, funcionários que ajudam consumidores com suas dúvidas e problemas. Com uma abordagem satírica focada em usuários iniciantes ou potenciais novos consumidores, os comerciais não foram bem aceitos por diversos fãs da Maçã.

É justamente sobre o foco da campanha que Segall teceu seus comentários:

Publicidade
[…] Eu sinceramente não consigo lembrar uma só campanha da Apple que foi recebida tão pobremente.

Isso é tão perturbador, que eu estava falando para mim mesmo:

“Ken, você não está percebendo o óbvio. Esses comerciais claramente têm como público-alvo iniciantes, não você.”

Essa é uma defesa aparentemente lógica. Essa também é uma [defesa] horrível. Quantas campanhas excelentes você vê que apelam para um único público-alvo, mas deixam todo o resto indiferente? Não há desculpas para uma campanha como essa. A força da Apple é alimentada por seus principais clientes. A última coisa que ela quer é ganhar novos consumidores à custa de parecer ridícula para seus adeptos entusiastas.

No post em seu blog, Ken também compara a campanha à épica Get a Mac (Mac vs. PC), que se focava em novos consumidores, mas “foi um grande hit entre todos os donos de Macs, dos novatos aos profissionais”. Ele sinceramente espera que a Apple corrija essa mancada de maneira sublime.

Como disseram por aí, a Apple é conhecida por criar propagandas excelentes e marcantes. Os novos VTs são simplesmente legais/bacanas, por isso que decepcionaram tanto. Não são o que se espera dela.

[via Daring Fireball]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Investimento da Apple em componentes

Apple aumenta consideravelmente investimento em componentes; lançamento do novo iPhone em setembro se torna ainda mais plausível

Próximo Artigo
Everaldo Coelho com iPhone

Após dois anos na Apple, designer Everaldo Coelho está voltando ao Brasil para trabalhar em uma startup

Posts Relacionados