O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Fleksy revoluciona a digitação em iPhones, ajudando deficientes visuais; confira uma entrevista com Lucas Radaelli

Ícone do Fleksy

Muitas pessoas “se assustam” quando ficam sabendo que cegos conseguem utilizar diversos aparelhos eletrônicos, inclusive computadores. Vários softwares fazem o trabalho de ler textos, ajudando pessoas com deficiência visual nesta tarefa.

Publicidade

Fleksy

O Fleksy, do qual falamos em junho aqui no site, é um aplicativo desenvolvido para melhorar a experiência de digitação em iPhones/iPods touch tanto para quem tem quanto para quem não tem deficiência visual. E ele faz mesmo o que promete, funcionando como uma auto-correção após “tomar alguns anabolizantes”.

Para digitar no Fleksy, basta tocar onde supostamente está cada letra da palavra que você quer formar e deslizar o dedo para a direita. Pronto, provavelmente a palavra que você estava de fato querendo escrever aparecerá na tela, mesmo que você tenha errado o local de *todas* as letras.

Publicidade

Além de facilitar a digitação, o Fleksy também promete melhorar a digitação de pessoas que não são cegas, apesar de algumas funções parecerem estranhas.

Confira um vídeo demonstrativo do aplicativo:

Publicidade

Atualmente, o Fleksy só suporta o inglês, mas o pessoal da Syntellia, desenvolvedora do app, me disse que eles planejam trazer o suporte ao português — aliás, seu site oficial já está totalmente traduzido.

O Fleksy está disponível gratuitamente na App Store, pesa 5,6MB e requer o iOS 5.1 ou superior rodando em iPhones/iPods touch.

·   ·   ·

Lucas RadaelliQuem melhor para falar do Fleksy do que uma pessoa que se beneficia imensamente por ele? Abaixo, uma entrevista feita por email com Lucas Radaelli.

MACMAGAZINE: Conte-nos um pouco sobre você.

Publicidade

LUCAS RADAELLI: Sou Lucas Radaelli, tenho 21 anos e sou estudante de Ciências da Computação. Comprei um Mac no ano passado para começar a brincar com o desenvolvimento de apps para iOS. Dei uma parada com isso, mas ainda continuo usando um Mac e um iPhone, visto que são os produtos no mercado hoje em dia que dão a maior acessibilidade para uma pessoa cega. E, se vocês estão meio confusos de como um cego usa um iPhone ou um Mac, sugiro dar uma olhada no meu canal do YouTube, o Ponto de Vista.

MM: Qual a maior diferença entre utilizar o Fleksy e o teclado normal da Apple?

LR: A maior diferença é a velocidade. Ao usar o teclado normal da Apple, eu preciso tocar na tela e ouvir a letra que estou tocando. Caso seja a letra que eu queira, levanto o dedo e a letra é confirmada. Se não é, movo o dedo até ouvir a letra que eu desejo e aí sim tiro o dedo da tela. Esse processo demora muito. Já com o Fleksy, a história é bem diferente. Não preciso ouvir a letra que quero escrever; apenas toco na tela onde acho que a letra está, e digito a palavra toda. No final, ele normalmente adivinha a palavra que eu queria digitar. O sistema do Fleksy é como o auto-corretor da Apple deveria funcionar.

MM: Você encontrou alguma dificuldade ao usá-lo?

LR: Nenhuma, ele é muito intuitivo e fácil.

MM: É possível abandonar completamente o teclado convencional?

LR: Infelizmente ainda não, porque o Fleksy só dá suporte para o idioma em inglês. Sempre que preciso digitar coisas em português, o que é boa parte do tempo, retorno ao teclado padrão. Mas para meus amigos mais próximos eu só tenho enviado mensagens em inglês.

MM: O que você ainda espera do Fleksy?

LR: Suporte a novos idiomas. Francês, espanhol e italiano serão os próximos, mas quanto mais gente mandar email para lá pedindo pelo português, a coisa vai sair mais rápido.

MM: Existe algum outro aplicativo interessante para pessoas com deficiência visual?

LR: Existem vários. Diretamente voltado a pessoas com deficiência visual eu indicaria o VizWiz [grátis; 1,4MB; requer o iOS 4.0 ou superior], que permite tirar a foto de alguma coisa, gravar uma pergunta (em inglês), e algum voluntário na internet te responde.

·   ·   ·

Fica nosso agradecimento ao Lucas pela entrevista e a nossa torcida para que o Fleksy seja lançado o mais rápido possível em português, ajudando não só a ele mas a diversas outras pessoas. 😉

[via TechCrunch]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Julgamento Apple vs. Samsung

Apple vs. Samsung: divergências continuam, conversa entre CEOs, julgamento perto do fim e influência da decisão

Próximo Artigo
Destaque na iTunes Store

↪ Apple destaca melhores músicas e filmes dos anos 2000 na iTunes Store

Posts Relacionados