Conector Lightning: chip de autenticação embutido; possibilidade de um futuro suporte à interface USB 3.0

Conector Lightning com 10 pinos

O Lightning veio com o iPhone 5 e novos iPods para substituir o antigo conector de 30 pinos, utilizado durante quase uma década em produtos da Apple. Apesar de ser menor e poder ser encaixado em ambos os lados, o novo conector não trouxe evoluções em termos de velocidade de transmissão de dados, já que continua utilizando o padrão USB 2.0 para se comunicar com computadores.

Publicidade

Conector Lightning com 10 pinos

Mas, segundo um artigo do Ars Technica, dois pinos extras encontrados no iPhone pela iFixit podem indicar que a Apple já se preparou para uma possível integração com a interface USB 3.0, também conhecida como “SuperSpeed”.

Como sabemos, o Lightning possui apenas oito pinos. A USB 3.0 necessita de pelo menos nove pinos para funcionar; logo, nos deparamos com um problema físico, em que é *impossível* utilizar os cabos hoje comercializados pela Apple junto à USB 3.0.

Publicidade

O que nos traz esperanças para uma futura integração são dois pinos extras encontrados dentro do iPhone 5. Com eles, seria possível adaptar o atual cabo para suportar a mais rápida versão da USB. Dessa forma, usuários poderiam transferir suas músicas, vídeos, dados, fotos e outras coisas do computador para iPhones/iPods muito mais rapidamente do que é possível hoje.

Outra descoberta interessante acerca do Lightning foi a presença de um pequeno chip que não estava presente na versão anterior do conector. Peter Bradstock, da empresa Double Helix Cables, entrou em contato com o AppleInsider para compartilhar a descoberta do que parece ser um chip de autenticação dentro do cabo Lightning.

Teardown do Lightning, realizado pelo Double Helix Cables

Segundo ele, a Apple embutiu este chip para ter certeza de que todos que fabricam e vendem os cabos paguem os devidos royalties à empresa, algo que não acontecia com o conector de 30 pinos — versões falsificadas dele eram vendidas em quase toda loja de esquina. Assim, Peter acredita que os cabos e adaptadores fabricados por terceiros ainda não devem funcionar corretamente.

Por via das dúvidas, procure evitar os produtos mais baratos já oferecidos por terceiros, já que ainda não foi provado que eles realmente funcionam a contento.

Posts relacionados