O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Evento especial: Phil Schiller apresenta o iPad de quarta geração e o iPad mini!

iPad de quarta geração deitado de lado, com mão mexendo

Muitos esperavam uma revisão, mas o que foi apresentado hoje no palco do California Theatre é algo superior a isso: o iPad de quarta geração!

Publicidade

iPad de quarta geração deitado de lado, com mão mexendo

Apesar de a terceira geração ser a mais vendida de todos os tempos, a Apple correu e apresentou o iPad de quarta geração, apenas um semestre depois. Ele vem com chip A6X (duas vezes mais potência gráfica que o A6), sendo mais potente que o iPhone 5. Comparativamente, ele é duas vezes mais rápido que o A5X, encontrado no iPad de terceira geração.

Algumas características do iPad de quarta geração: ele vem com uma atualizada tecnologia Image Signal Processor (ISP) da Apple, continua com 10 horas de bateria, vem com câmera frontal FaceTime HD (com 720p), LTE expandido na versão Wi-Fi + Cellular com suporte a mais frequências que antes, Wi-Fi (802.11a/b/g/n) duas vezes mais rápido que antes, conector Lightning, display Retina, duas cores, com os mesmos armazenamentos e preços do modelo anterior.

Os rumores erraram na revisão, mas acertaram no iPad mini!

Publicidade

Bem parecido com alguns mockups que vimos, ele tem as bordas horizontais mais finas que seu irmão mais velho, já que podemos segurá-lo com apenas uma mão. O design não é igual ao iPad maior, pois ele foi projetado pensado para a tela de 7,9 polegadas — os botões laterais e a traseira, por exemplo, são bem diferentes do iPad que conhecemos.

O iPad mini tem 7,2mm, 23% mais fino que o iPad maior. É tão fino quanto um lápis e tão leve quanto um bloco de papel e vem em versões preta e branca. Sobre a tela, são os mesmos 768×1024 pixels do iPad original e do iPad 2, e todos os apps já disponíveis funcionam muito bem com ele.

iPads mini de frente

Comparando o iPad mini com o Nexus 7 (do Google), vemos a atenção aos detalhes da Apple. A borda em volta do display é fina e feita de alumínio, contra plástico e uma grossura desnecessária do concorrente. O Nexus 7 também é mais pesado e mais grosso. A área da tela do iPad mini também é bem maior, 35% pra ser mais preciso. Um site é 49% maior no iPad mini quando visualizado na vertical e na horizontal a diferença é ainda maior, 67% em área visível. Ao comparar apps preparados para as duas tablets, vemos que a grande maioria é melhor desenvolvida, melhor adaptada ao iPad.

Publicidade

O interior do mini é praticamente igual (ou melhor) que o iPad 2: processador A5 dual-core, câmera FaceTime HD na frente, iSight de 5 megapixels na traseira com suporte a vídeos em Full HD 1080p, versão Wi-Fi + Cellular com LTE, a mesma do iPad de quarta geração, além de Wi-Fi 802.11a/b/g/n. O conector, é claro, é o Lightning e a bateria tem as mesmas 10 horas.

O novo gadget custa US$330 em sua versão de entrada (Wi-Fi com 16GB). O iPad 2, que particularmente acreditei que sairia de linha hoje, continua à venda, pelos mesmos US$400 (lá fora). A grade de iPads ficou assim:

Publicidade
  • iPad mini Wi-Fi com 16GB: US$330.
  • iPad mini Wi-Fi com 32GB: US$430.
  • iPad mini Wi-Fi com 64GB: US$530.
  • iPad mini Wi-Fi + Cellular com 16GB: US$460.
  • iPad mini Wi-Fi + Cellular com 32GB: US$560.
  • iPad mini Wi-Fi + Cellular com 64GB: US$660.
  • iPad 2 Wi-Fi com 16GB: US$400.
  • iPad 2 Wi-Fi + Cellular com 16GB: US$530.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi com 16GB: US$500.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi com 32GB: US$600.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi com 64GB: US$700.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi + Cellular com 16GB: US$630.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi + Cellular com 32GB: US$730.
  • iPad de quarta geração Wi-Fi + Cellular com 64GB: US$830.

Junto ao iPad mini, a Apple lançou também as Smart Covers para ele. Conforme especulado, são várias cores (azul, verde, rosa, cinzas escuro e claro) — incluindo uma vermelha (PRODUCT) RED. A pré-venda do iPad mini começa nesta sexta-feira, 26 de outubro. Versões Wi-Fi começarão a ser vendidas uma semana mais tarde, 2 de novembro, em vários países — Brasil não está no bolo — e duas semanas depois começarão as vendas do modelo Wi-Fi + Cellular.

Assim como toda a linha de produtos Apple, os iPads mini também são bem amigáveis ao meio ambiente.

Depois do iPad mini, Tim Cook voltou ao palco, falou do incrível ano da Apple e convidou todos os jornalistas presentes a colocarem as mãos nos lançamentos de hoje numa área de hands-on.

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Tim Cook informa que já foram vendidos 100 milhões de iPads

Evento especial: Tim Cook fala sobre as capacidades do iPad e lança nova versão do iBooks Author

Próximo Artigo
Apple Online Store de visual novo

Apple Store volta ao ar com novo visual; confira os preços, em reais, de alguns dos novos produtos

Posts Relacionados