Apple realiza mudanças nos preços da App Store em diversos países

Mudança na cobrança em App Stores da Europa

Usuários de diversas App Stores ao redor do mundo viram ontem mudanças na cobrança por aplicativos. Os preços em lojas europeias ficaram maiores e alguns países ganharam cobrança na moeda local, em vez do dólar americano.

Publicidade

Mudança na cobrança em App Stores da Europa

O Nuclear Bits trouxe a lista das App Stores que agora apresentam valores em suas respectivas moedas locais: Rússia (rublo), Turquia (lira), Índia (rupia), Indonésia (rupia), Israel (novo shekel), África do Sul (rand), Arábia Saudita (riyal) e Emirados Árabes Unidos (dirham).

Na Europa, a Apple adaptou a cobrança em euros na App Store de diversos países. Aplicativos e jogos que antes custavam 0,79 euros (equivalentes a US$0,99) agora saem por 0,89 euros. As outras faixas de preço também sofreram alterações. Esta não é a primeira vez que a Apple muda o valor cobrado por aplicativos na Europa. As alterações de preço foram vistas nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Polônia, Portugal, República Checa e Rússia.

Segundo um email enviado a desenvolvedores, os valores cobrados em coroa dinamarquesa e peso mexicano também foram alterados.

Publicidade

A medida provavelmente foi tomada para refletir as mudanças na taxa cambial e em impostos locais. A porcentagem do valor cobrado repassada para os desenvolvedores diminuiu sutilmente, porém o valor que eles recebem aumentou.

Ainda em dólar americano (USD), a App Store tupiniquim não foi atualizada. Enquanto isso, brasileiros não poderão comprar na loja de aplicativos com cartões que não sejam de crédito e internacionais.

[via TNW: 1, 2; MacStories]

Posts relacionados