Steve Wozniak diz que Microsoft está sendo mais inovadora do que Apple

Se tem um cara no mundo da tecnologia que gosta de comentar e opinar sobre assuntos delicados — na maioria das vezes, gerando ainda mais polêmica —, esse cara é Steve Wozniak, cofundador da Apple. Em outubro Woz falou sobre o mapas no iOS 6, além de comentar sobre seu desejo de a Apple vir a produzir iPhones com diferentes tamanhos de telas; nem a Siri escapou de sua análise.

Publicidade

Mas nada disso fez ele desistir de ser um dos primeiros a adquirir o iPhone 5, já que lá estava ele, na Austrália, no primeiro dia de vendas, a fim de comprar o mais novo smartphone da Maçã. E será que sua experiência com o aparelho foi boa?

Bom, ele contou em uma entrevista ao TechCrunch, durante o TEDx Brussels, que apesar de amar a Apple ele se preocupa com o fato de a Microsoft estar sendo mais inovadora recentemente. “A Apple se preocupou nos últimos anos em melhorar um iPhone, já a Microsoft pôde se concentrar e criar algo realmente novo, enquanto a Apple apenas criava apenas algo aperfeiçoado.”

A questão em si não é ser “mais do mesmo”, e sim que a Apple entrou em uma zona de conforto grande, que gera lucros absurdos, e que não insiste em permanecer. Se eles podem simplesmente melhorar o que já dá certo, por que criariam algo totalmente diferente, algo totalmente novo? Mas seguindo a entrevista, ao ser questionado sobre as recentes mudanças no corpo corporativo, como a saída do Scott Forstall, Woz culpou principalmente a baixa aceitação dos Mapas no iOS 6 — oh, really?! — e, apesar de não conhecer o ex-executivo da Maçã pessoalmente, afirma que espera mudanças positivas para a próxima versão do sistema.

Publicidade

Eis o vídeo da entrevista:

Não sou dos maiores admiradores do Windows — ou melhor, da Microsoft como um todo —, mas não duvido da sua capacidade de inovar, de recriar; só discordo quando Woz diz que a gigante de Redmond pode fazer isso melhor do que a Apple. É notório que Tim Cook e sua equipe estão levando a Apple para um novo caminho e, sinceramente, não sei se esses comentários de Woz tem possivelmente a ver com uma vontade contida dele de retornar à companhia que cofundou — até como CEO, vai saber.

E vocês, acham que Woz falou bobagem ou ele está mesmo coberto de razão? 😛

Posts relacionados