Steve Ballmer mais uma vez ataca suas principais concorrentes, dando alfinetadas no Android e no iOS

Steve Ballmer com Windows Phone

CEO da Microsoft, Steve Ballmer foi sempre conhecido pelo seu jeito fanfarrão de ser e pelas pérolas que solta por aí — como na ocasião do lançamento da primeira geração do iPhone, em 2007. Na época, ele previa que o smartphone da Apple seria um fracasso total de vendas e a história mostrou justamente o contrário disso.

Publicidade

Steve Ballmer com Windows Phone

Recentemente ele voltou para atacar o sistema Android, chamando a plataforma do Google de “descontrolada, selvagem e alvo fácil para malwares” [ué, ele está falando do Android ou do Windows?]. Já sobre o ecossistema da firma de Tim Cook, ele o classificou como “altamente controlado e com preços exorbitantes”. Tudo bem, Ballmer não deixa de ter razão, mas, pelo que eu me lembre, os preços dos produtos da Apple nunca foram populares justamente por sua qualidade, que os diferenciam dos seus concorrentes. Não entrando nos méritos dos preços praticados no Brasil, é claro.

Ballmer prevê ainda que o Windows Phone poderá ocupar o terceiro lugar em vendas de smartphones — posição esta que hoje pertence à Research In Motion (RIM) —, tentando vender essa imagem para seus consumidores.

Ele também foi questionado sobre o lançamento do Surface, se isso não implicaria em concorrência direta com as inúmeras parceiras de hardware da Microsoft. Ballmer afirmou que sua empresa apenas se antecipou e que tais fabricantes ainda fazem parte da cadeia que produz tablets, smartphones e PCs. Também falou que a empresa aproveitou a oportunidade de explorar o mercado de tablets lançando essa linha com hardware e software próprios, mas reconheceu que a Microsoft tinha muito trabalho a fazer se quiser realmente concorrer nesta categoria.

Publicidade

Agora, fica a pergunta: se ele vê um cenário assim competitivo para o mercado de tablets, qual seria o futuro para o Surface Phone?

[via The Verge]

Posts relacionados