Quem será o próximo vice-presidente sênior de varejo da Apple?

Angela Ahrendts

Tim Cook, CEO da Apple, já mostrou que não está de brincadeira. Quando contratou John Browett para ser o novo vice-presidente sênior de varejo da Apple, após a saída de Ron Jonhson — que virou CEO da jcpenney —, o defendeu quando alguns questionaram se ele era a pessoa certa para o cargo. Mas quando viu que tinha feito besteira — de fato, ele não era a pessoa certa [1, 2, 3] —, rapidamente corrigiu o erro.

Publicidade

Agora, desde o dia 29 de outubro a Maçã está em busca de um novo chefão para suas lojas. E a pergunta que muita gente está fazendo é: quem seria a pessoal ideal? John Paczkowski, do AllThingsD, conversou com algumas as quais deram suas opiniões. Neil Stern, sócio sênior da consultoria de varejo McMillan Doolittle, disse que a Apple precisa se focar na expansão internacional, em como crescer sua marca em outros países. Para isso, precisa de um executivo de alguma marca que já tenha passado por esse mesmo “problema”.

Angela Ahrendts

Angela Ahrendts

Publicidade

De acordo com ele, alguns nomes interessantes para a firma de Cupertino seriam: Angela Ahrendts (CEO – Burberry), Victor Luis (presidente do grupo internacional – Coach), Jeanne Jackson (presidente da relação com consumidores – Nike), John Culver (presidente na China e na Ásia Pacifica – Starbucks) e Paul Gainer (vice-presidente executivo – Global Disney Store).

Sem dúvida a vaga aberta na Apple chama atenção e todos os nomes acima [de peso] poderiam se interessar em preenchê-la. Todavia, uma pessoa próxima à Apple disse que, apesar de serem ótimos nomes, nenhum deles aceitaria pois são pessoas de varejo, enquanto a Apple não é uma empresa de varejo de verdade.

Steve Cano

Steve Cano

Publicidade

Internamente, três nomes podem assumir a vaga: Steve Cano (gerente de lojas), Bob Bridger (vice-presidente do setor imobiliário de varejo e desenvolvimento) e Jerry McDougal (vice-presidente de varejo). Analisando rápido, McDougal parece ser a melhor opção, mas Cano sempre foi muito bem cotado e sua trajetória na Apple mostra que ele é um forte candidato. Para muitos, ele deveria ter assumido a vaga antes mesmo de Browett — rumores inclusive apontaram para isso, mas não se mostraram verdadeiros.

Cano começou como gerente da loja da Apple no Soho [NY]. Em seguida, ele foi transferido para a loja da empresa em Ginza, no Japão, para gerenciar sua abertura e seus primeiros dias. Posteriormente, foi transferido para Londres a fim de executar as operações internacionais de varejo. E agora ele é o chefe de todas as Apple Stores.

Particularmente, gostaria muito de ver Cano assumindo a função. Sem querem menosprezar as dificuldades do cargo, acredito que o papel desse novo executivo seja muito mais de continuidade do que de mudanças. As Apple Retail Stores são famosas pelo alto nível de atendimento e de serviços. A dificuldade aqui é continuar assim mesmo com a enorme expansão que vem acontecendo nos últimos anos — nós, brasileiros, inclusive ganharemos uma [ou duas] ainda neste ano!

Publicidade

Por isso vejo alguém de dentro, que já faz parte da cultura da empresa, como a pessoa mais indicada para isso. Claro, a gente não conhece o dia-a-dia dos executivos e não sabe se Cano tem mesmo a bagagem necessária para assumir esse cargo, mas sem dúvida, para os que estão de fora, ele é um forte candidato.

E você, apostaria em algum dos nomes supracitados ou em outra pessoa não listada no artigo?

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…