O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Pesquisa: gamers já gastam mais no iOS e no Android do que com consoles portáteis

Gráfico da IDC e da App Annie sobre o mercado de jogos

Um novo estudo da IDC com a App Annie constatou algo que muitos já imaginavam: juntos, iOS e Android (mais especificamente a App Store e o Google Play) já faturam mais do que os tradicionais consoles portáteis como Nintendo 3DS, Sony PSP (PlayStation Portable) e Vita.

Publicidade

Gráfico da IDC e da App Annie sobre o mercado de jogos

Não é novidade que a App Store é um ambiente no qual alguns desenvolvedores conseguem fazer muito dinheiro; já no Google Play, muitos adotam a estratégia de oferecer o jogo/app gratuitamente e faturar com publicidade. Contudo, nesse estudo as receitas com anúncios *não* foram computadas, o que comprova que iPads, iPhones, iPods touch e dispositivos com Android vieram mesmo para ficar e, em muitos casos, para substituir esses consoles portáteis.

No iOS, a grande maioria do faturamento veio dos Estados Unidos (40%), seguido de perto pela Ásia e pela Europa; no Google Play, a Ásia/Pacífico (mais especificamente Japão e Coreia) fizeram bonito e representaram quase 60%.

MarioEsse cenário traz à tona novamente uma velha discussão: empresas como Nintendo deveriam ou não desenvolver seus jogos para outras plataformas? A verdade é o mercado está mudando. iPhones e aparelhos Androids estão dominando o mundo mobile e abrir seus games para essas plataformas sem dúvida ajudaria a Nintendo a sair do vermelho. Por outro lado, perde-se todo o apelo de se comprar um 3DS ou qualquer outro dispositivo dedicado, já que poderíamos jogar Mario em iPhones. Mas é preciso muita certeza do que se está fazendo para remar contra a maré e manter esse “antigo” modelo de negócios.

No passado, mesmo com uma estratégia completamente diferente da da Microsoft e de outras fabricantes de computadores, e quase fechando as portas na década de 1990, a Apple teve essa certeza em relação ao seu modelo de negócios e hoje chegou aonde chegou. Mas para isso, teve que criar alguns produtos — e ecossistemas — revolucionários como iPod, iPhone e iPad.

Publicidade

Será que a Nintendo conseguirá seguir os mesmos passos da Apple? Ou a pressão do público — e até dos acionistas — obrigará a empresa a vender seus jogos na App Store e no Google Play?

[via TNW]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Ícone - Minhas Encomendas

Novo app brasileiro para iGadgets rastreia encomendas com um visual à la Windows Phone

Próximo Artigo
Pulseiras MYO

MYO é uma nova pulseira que permitirá a usuários controlar Macs e iGadgets por gestos intuitivos

Posts Relacionados