O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

E se a Siri pudesse ser controlada pela mente?

Miniatura do vídeo da Siri sendo controlada pela mente

Para quem tem mais experiência, talvez seja fácil se lembrar do filme “Scanners – Sua Mente Pode Destruir”. Essa foi a primeira coisa que veio à minha mente ao me deparar com o tema deste post! 😛

Publicidade

O sistema de funcionamento da Siri é baseado na escuta. Após a fala do usuário, ela processa as informações e lhe dá os resultados para os questionamentos (depois de pesquisar em seu vasto banco de dados, com infomações da própria Apple e de parceiras como Yelp, Wolfram|Alpha, entre outras) ou simplesmente executa a ação solicitada. E, ao que parece, Duane Cash, um desenvolvedor sênior para iOS que trabalha na Honda R&D, conseguiu a façanha de controlar a Siri com a mente.

Este é um dos meus testes iniciais utilizando um dispositivo de leitura de ondas cerebrais para controlar algumas funções personalizadas da Siri em um iPhone. Para o primeiro segmento de reconhecimento de fala eu aceno a mão sobre o dispositivo para ativar a Siri. Durante as próximas partes, eu uso comandos mentais de sinais EEG para comandar o iPhone e abrir um mapa, abrir e fechar um menu com feedback de voz da Siri.

Eu não sou especialista para confirmar a veracidade do vídeo. Mas que ele impressiona, isso não podemos negar!

Publicidade

Tudo é feito via um dispositivo de controles cerebrais que foi desenvolvido por Cash. A Siri também recebeu algumas transformações para poder ser compatível com o acessório. Para isso, Cash utizou uma API personalizada, responsável pela tradução dos sinais EEG (eletroencefalografia) para comandos reais.

Conforme deu para notar no vídeo, o projeto ainda está em fase embrionária — vemos, por exemplo, que ele precisou repetir algumas vezes o mesmo comando para que a Siri o entendesse. Só que isso não tira os méritos de Cash, já que o invento abre as portas da nossa imaginação para o que pode vir por aí. Já imaginaram se a Apple emplaca essa ideia e resolve investir em algo parecido? Se é que ela já não está fazendo isso em seus laboratórios…

Mas o legal disso tudo é constatar que a criatividade humana não tem limites! 🙂

[via SlashGear]

Ver comentários do post

Artigo Anterior

↪ Vídeo: primeiro sneak peek do Pixelmator 2.2 Blueberry cobre o novo recurso "Converter Texto em Forma"

Próximo Artigo
BookArc com iPad mini

↪ Suporte BookArc, da Twelve South, agora é vendido com um adaptador para iPads mini

Posts Relacionados