Nos Estados Unidos, operadora venderá iPhone 5 por apenas US$100; modelo A1428 foi modificado pela Apple [atualizado]

iPhone 5 da T-Mobile

Nos Estados Unidos, três das quatro maiores operadoras comercializam o iPhone. São elas: AT&T, Verizon Wireless e Sprint. A T-Mobile, quarta maior e considerada por muitos a que oferece o melhor (ou menos pior) serviço por lá, ainda não vendia o aparelho da Apple e sofria com isso. A cada trimestre, mais e mais clientes deixavam a operadora à procura do iPhone.

Publicidade

iPhone 5 da T-Mobile

Hoje, porém, ela anunciou que em 12 de abril começará a vender iPhones. A notícia não é importante para nós, brasileiros, mas não deixa de ser curiosa por alguns motivos. O primeiro é o preço: conforme informou o Engadget, quem quiser comprar um iPhone 5 de 16GB na T-Mobile poderá pagar US$100 no ato da compra, mais 24 parcelas de US$20. E só. Essas 24 parcelas, na verdade, dão direito ao plano mais básico, que deve ser suficiente para muita gente.

Existem outras opções, como um plano ilimitado por US$50 mas, pegando o mais básico como exemplo, a T-Mobile está vendendo o iPhone 5 de 16GB por US$580, mais barato que os US$650 cobrados pela Apple pela versão desbloqueada do aparelho. Isso mesmo, você paga menos e ainda leva de brinde um plano. Como ela está conseguindo fazer isso eu não sei — talvez arriscando pesado mesmo, pois vem perdendo muitos clientes ao longo dos últimos meses. Mas não importa: é de dar inveja, não é?

Publicidade

Informações sobre o que acontece se o cliente resolver sair da operadora ou trocar de aparelho nesse período de 24 meses ainda não foram esclarecidos. Contudo, é sabido que o iPhone vendido por ela é bloqueado — nem tudo são flores, é claro. Porém, após os 24 meses, o cliente pode solicitar o desbloqueio.

O segundo detalhe curioso dessa história é que a Apple construiu um “novo” iPhone para a T-Mobile. Na verdade, o aparelho tem a mesma numeração do modelo comercializado pela AT&T e pelas operadoras brasileiras (A1428). A nova versão traz suporte para as bandas AWS (advanced wireless services), coisa que a Apple só pode resolver mexendo no hardware do dispositivo, já que esse suporte não pode ser adicionado através de uma simples atualização de software. A Apple confirmou ao Engadget que o “novo” aparelho já está em produção e que, em breve, substituirá o antigo — ele já está inclusive sendo testado pela FCC, a “ANATEL dos EUA”.

É bom deixar claro que, apesar dessa alteração no hardware, nada muda para nós. A banda AWS não é utilizada por aqui, então, para os brasileiros pouco importa se o iPhone 5 é o modelo A1428 novo ou velho.

Atualização

Houve muita confusão sobre o aparelho ser bloqueado ou não mas, aparentemente ele virá desbloqueado de fábrica! O próprio Engadget, que participou do evento de lançamento da T-Mobile, havia dito que o futuro iPhone comercializado pela operadora seria bloqueado, mas agora afirmou que o modelo será livre de amarras.

Posts relacionados