Apple pagará US$53 milhões a consumidores afetados por identificação errônea de iGadgets que não teriam entrado em contato com líquidos

Sensor de água do iPhone

Apple e outras fabricantes de gadgets sabidamente utilizam sensores de umidade em seus aparelhos para identificar quando consumidores reclamam de problemas na verdade causados por “mergulhinhos” acidentais. O problema é que às vezes eles podem mesmo dar falsos positivos, até mesmo em locais com umidade do ar muito elevada.

Publicidade

Sensor de água do iPhone

Identificação do sensor de iPhones 3G.

Foi esse, o caso de um grupo de clientes que abriram em 2010 um processo coletivo contra a Apple e agora receberam um parecer positivo da justiça dos Estados Unidos.

A Apple concordou [PDF] em pagar US$53 milhões para todos os consumidores afetados por identificadores defeituosos em iPhones originais, iPhones 3G e iPhones 3GS, bem como iPods touch de primeira, segunda e terceira gerações. Os pagamentos individuais por aparelho variam de US$105 a US$300.

Apesar da falha constatada nos sensores (fabricados pela 3M), a Apple afirma só ter agido dentro dos procedimentos padrões. Todo esse acordo ainda passará pela aprovação do juiz responsável pelo caso.

[via Wired.com]

Posts relacionados